Futebol Clube de Amares contra decisão “unilateral” de encerramento de campeonatos

O Futebol Clube de Amares veio a público tomar uma posição sobre a decisão da Associação de Futebol de Braga em anular os campeonatos sobre sua alçada. “Uma decisão unilateral e sem ouvir os clubes”, acusa o presidente Olivier Silva, em comunicado.

A direcção amarense recorda que “sempre fomos favoráveis à suspensão dos campeonatos” por causa da situação pandémica que se vive no país porque “o que importa é preservar a saúde” mas a decisão agora tomada “não olhou às consequências desportivas e financeiras” dos clubes.

Apesar de concordarem com a não atribuição do título de campeões em nenhuma série da AF Braga, a direcção do Amares preferia uma solução mais próxima da Associação de Futebol do Porto que “informou tudo fazer para que haja subidas”. O Amares tinha, esta época, legítimas aspirações à subida de divisão, estava posicionado na tabela com esse objectivo em mente e vê “agora defraudadas as suas aspirações”.

Para Olivier Silva, “não é justo que esta atitude venha a beneficiar todos aqueles que não se esforçam e se dedicam em corpo e alma aos seus projetos em detrimento de outros clubes, como o FC Amares” que “honra os seus compromissos” com todos os trabalhadores do clube.

O presidente do Amares acrescenta que “esta medida (o encerramento dos campeonatos) é a mais fácil de tomar para quem não pretende a justiça desportiva” e vais mais longe: “se há condições para iniciar a próxima época também haverá condições para acabar esta época, dentro do terreno de jogo”.

Olivier Silva quer saber, ainda, junto da Associação de Futebol de Braga “o que vai ser feito a todo o investimento feito durante a época” agora anulada, “unilateralmente”, nomeadamente, patrocínios e pagamento de mensalidades dos pais.

Partilhar esta notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *