25 de Abril: António Vilela destaca “maturidade democrática” e “elevação cívica” do povo no combate à Covid 19

O presidente da Câmara de Vila Verde já tornou público o discurso para comemorar os 46 anos do 25 Abril. Sem comemorações físicas, o dia da Liberdade é lembrado através de palavras e pelos partidos que bem o entenderem.
António Vilela reconhece que tal como os “Capitães de Abril e todos aqueles que, com coragem e patriotismo, tornaram possível a concretização do sonho de milhões de portugueses, enfrentamos, 46 anos depois, novamente um grande desafio”: a Covid-19.

O autarca elogia a resposta que está a ser dada pelos portugueses, “e em particular pelos Vilaverdenses, paradigmática da maturidade democrática e da elevação cívica de um povo que enfrenta a tormenta com uma vontade férrea e que não soçobra perante a forte adversidade”.

Também o poder local “a demonstrar estar à altura das exigências, colocando-se ao lado das pessoas e realça o trabalho “hercúleo que as Juntas de Freguesia, as IPSS, os Bombeiros Voluntários, a GNR, os Centros de Saúde e os diversos profissionais de saúde têm realizado na intransigente defesa da saúde das pessoas, tudo fazendo para salvaguardar o bem-estar de todos”.

O “orgulho do trabalho em rede e parceria” estende-se “aos agentes económicos Vilaverdenses demonstraram um grande sentido de responsabilidade através da adoção de medidas, no sentido de diminuírem e evitarem a propagação do vírus”.

Vilela aproveita para referir o plano de acção que o Município estar a desenvolver onde se inserem, entre outras, a criação de dois Centros de Testes Covid-19 para testar todas as pessoas com sintomas e todas as equipas de serviço nos lares e apoio domiciliário tendo a autarquia adquirido dois mil testes para o efeito e a distribuição de material de proteção a todas as pessoas que realizam serviços essenciais e que permanecem na linha da frente no combate à pandemia.

“A vida, em Vila Verde, não parou. Está em curso a concretização de um volumoso plano de investimentos estratégicos em setores de vital importância para o desenvolvimento do concelho, com especial incidência na requalificação de vias de comunicação estruturantes”, acrescenta no seu discurso deixando a finalizar uma mensagem de esperança: “deixo, aqui, a total garantia de que continuaremos a trilhar o progresso em sintonia com as forças vivas do nosso território e perseguindo a meta da afirmação de Vila Verde como um território inclusivo, com excelentes oportunidades para todos os residentes e para os empreendedores que aqui realizarem novos projetos de investimento gerador de riqueza e de emprego”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *