Descoberta mutação genética que pode fazer com que pessoas sejam 2 centímetros mais baixas

Uma equipa internacional de cientistas descobriu uma mutação genética que pode fazer com que algumas pessoas sejam cerca de 2 centímetros mais baixas.

Os cientistas, liderados pela Harvard Medical School, nos Estados Unidos, descobriram a variação genética do gene FBN1, cuja influência é a maior das até agora conhecidas na altura dos seres humanos, explica o portal Science Daily.

Trata-se da chamada E1297G, uma mutação genética específica das populações indígenas do Peru, que está associada a uma redução de 2,2 centímetros na altura.

Para esta investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica Nature, os cientistas analisaram a altura e o ADN de mais de 3.000 de Lima.

A equipa descobriu que as pessoas com a versão E1297G são tipicamente 2,2 centímetros mais baixas do que as restantes. Já os indivíduos homozigotos – os que carregam duas cópias desde mesmo alelo – são, em média, 4,4 centímetros mais baixos.

“Essa variante também é significativamente mais frequente nas populações peruanas da costa do que nas populações dos Andes ou da Amazónia, o que sugere que a baixa estatura pode ser o resultado de uma adaptação a fatores associados ao ecossistema costeiro no Peru”, pode ler-se no estudo, citado pela Russia Today.

ZAP //

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *