Homem que matou ex-mulher à facada em Braga acusado de homicídio qualificado

O Ministério Público (MP) acusou de homicídio qualificado um homem que em setembro de 2019 matou a ex-mulher em Braga, esfaqueando-a “pelo menos 18 vezes” com uma navalha, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Em nota publicada na sua página, a procuradoria refere que o MP considerou indiciado que o crime decorreu do facto de o arguido nunca ter aceitado o divórcio, registado em julho de 2019.

Os factos ocorreram em 18 de setembro, pelas 22h00, quando a mulher compareceu na Travessa da Praça da Justiça, em Braga, para se encontrar com o arguido, acedendo ao pedido que este lhe fizera.

Segundo a acusação, no decurso do encontro, o arguido, “que nunca aceitara a separação e tentara sem sucesso o reatamento, iniciou uma discussão com a vítima”.

Acabou por esfaquear a ex-mulher “pelo menos 18 vezes com uma navalha, na cabeça, pescoço, tórax e membro superior esquerdo, matando-a”.

Após crime, foi-se entregar numa esquadra da PSP situada a 100 metros do local.

O arguido está a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Partilhar esta notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *