Polícia Municipal de Braga atua de noite e aos fins de semana

A Polícia Municipal de Braga vai passar a atuar de noite e aos fins de semana, dentro de uma semana. A entrada, hoje, de 15 novos agentes vai permitir a criação de um terceiro turno, passando a corporação a ter quase meia centena de efetivos.

O terceiro turno da Polícia Municipal de Braga entra em funcionamento a 01 de junho, alargando o seu horário de funcionamento para a noite e aos fins-de-semana. Assim entre as 07h00 e as 03h00 haverá um policiamento mais efetivo não só no centro histórico mas em todo o concelho.

No entanto, a partir do próximo ano, e no âmbito do processo de descentralização de competências, o Município de Braga vai assumir novas responsabilidades na área da gestão do trânsito. Para o presidente da Câmara estas novas competências vão exigir uma articulação com as demais forças de segurança: “todas estas mudanças visam contribuir para a valorização da Polícia Municipal e para servir melhor todos os cidadãos, estamos muito satisfeitos e confiamos no vosso desempenho”, segundo destacou este domingo o autarca.

Para Ricardo Rio, “a incorporação dos novos elementos é um momento importante para valorização pública da Polícia Municipal, que passa a contar com um efetivo de 48 agentes, sendo que ao longo de anos houve muitas críticas e reservas por parte dos cidadãos em relação à atuação da Polícia Municipal e dos seus agentes, só que essa realidade está já completamente ultrapassada nos dias de hoje”.

Falando na incorporação dos novos 15 agentes, o autarca anunciou que o Município de Braga irá retomar o processo de promoção profissional dos agentes durante o próximo ano, uma vez que “em 18 anos só houve uma promoção nas carreiras, por isso julgamos ser fundamental para poder incentivar o desempenho dos agentes”, explicou na cerimónia em que se fez acompanhar pela vereadora Olga Pereira, que tutela a Polícia Municipal.

Nos últimos anos, a Polícia Municipal de Braga sofreu uma evolução significativa, a fim de responder mais e melhor às exigências que lhe são colocadas e a par da incorporação dos 15 novos agentes e da entrada em funcionamento do terceiro turno, o ano de 2020 fica marcado pelo início das funções do seu novo comandante, o subcomissário da PSP, Leandro Ferreira, em comissão de serviço, que trouxe “maior coerência à sua atuação e a uma maior energia”, segundo o presidente da Câmara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.