Fronteira da Portela do Homem em Terras de Bouro continua ‘fechada’

A Fronteira da Portela do Homem continua ‘fechada’, mas só parcialmente, porque quer o Comando Territorial da GNR de Braga, quer a Guardia Civil da Galiza, deixaram de ter qualquer tipo de presença nesta área, entre Terras de Bouro (Portugal) e Lobios (Espanha).

Um amontoado de calhaus gigantes ‘fecha’ a fronteira mas não impede a passagem de pessoas, motos, bicicletas, ou veículos pesados que conseguem muito facilmente desviar os pedregulhos do caminho.

Aliás, como confirmou o ‘Terras do Homem’, tem havido muitas pessoas, deslocando-se especialmente a pé, cerca de quilómetro, dirigindo-se para às Cascatas de São Miguel.

Entretanto, as três fronteiras de Melgaço, Monção e Cerveira, todas situadas no vizinho distrito de Viana do Castelo, reabrirão já na próxima segunda-feira para trabalhadores, transporte de mercadorias, emigrantes e serviços de emergência.

Segundo o Governo, as três fronteiras e ainda um em Miranda do Douro, passam a ser Pontos de Passagem Autorizados, à semelhança do que já acontecia com a fronteira em Valença, sendo fiscalizados pelas polícias de ambos os países e estarão abertos entre as 07h00 e as 21h00 horas, sendo que em Melgaço, o ponto aberto é o de Lugar do Peso, na EN 202, ao quilómetro 19,8.

Já o de Monção abre na Avenida da Galiza, na EN 101, quilómetro 15,3, enquanto em Cerveira, reabre a fronteira na EN 13, ao quilómetro 104,5.

É ainda permitida a circulação para efeitos de reunião familiar, acesso a unidades de saúde onde já exista um acordo bilateral, saída de cidadãos residentes noutro país, mobilização de bombeiros integrados no combate a incêndios, circulação de pessoal diplomático, das Forças Armadas e das Forças de Segurança, para além de profissionais de saúde e socorro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *