Tigre mata trabalhadora e encerra safari park no Chile

Uma jovem trabalhadora do safari park chileno da cidade de Rancagua morreu, ontem, após ter sido atacada por um tigre.

A notícia já foi confirmada pelas autoridades locais, reporta este sábado a CNN.

Segundo a polícia, a mulher – cuja identidade foi mantida anónima – estava a limpar a zona do parque destinada aos grandes felinos quando ocorreu o incidente.

Ao que foi apurado, os animais selvagens são enclausurados quando os trabalhadores fazem a manutenção do espaço, contudo, a mulher não se terá apercebido que a jaula onde se encontrava o tigre estava aberta.

A funcionária acabou por morrer imediatamente após o ataque com ferimentos graves no pescoço.

As autoridades adiantaram ainda que o safari park encontra-se encerrado enquanto decorre uma investigação policial sobre o caso.

Jorge Mena, procurador daquele departamento regional, revelou que está a ser averiguada uma possível responsabilização do parque pelo sucedido. Até ao momento, o safari park não quis prestar nenhum comentário sobre o incidente e não foram divulgadas quaisquer informações sobre o estado do tigre que protagonizou o ataque.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *