Lista B repudia atos e barreiras colocados no processo eleitoral para os bombeiros de Vila Verde

A putativa lista candidata à Associação Humanitária Bombeiros Voluntários, lista B, veio a público repudiar
“veementemente os atos e as barreiras que foram/são colocadas no processo a decorrer para o ato
eleitoral”, denunciando aquilo que considera como “postura parcial existente”.

São seis, os pontos que os responsáveis pela lista B trazem a público a começar pela não cedência dos estatutos aos sócios “nem os mesmos estão disponíveis em sitio para consulta”.

Em 18/11/2021 foi pedido ao Presidente da direção via email para que informasse “com maior brevidade, e com os devidos fundamentos legais e estatutários, o seguinte: Um sócio com quotas em falta e pretendendo regularizar as mesmas fazendo referente a 2019 e 2020, ficando a regularização da quota do ano de 2021 até 31/12, pode exercer o direito de voto e ser portanto, elegível no processo eleitoral?”, um mail para o qual não obtiveram resposta.

Há 10 dias foi feito um pedido por escrito à direção subscrito por 3 sócios, para que fosse facultado a consulta das atas referentes ao ano de 2020 e 2021 do qual também não obtiveram resposta.

Em 19/11/2021 foi feito, pelo mandatário da lista, um pedido ao Presidente da Assembleia Geral, no sentido de disponibilizar em cópia ou suporte digital os cadernos eleitorais em vigor. Segundo a lista B, a resposta dá conta que não seriam fornecidos “devido à proteção de dados”, remetendo o presidente da assembleia geral para o presidente da direção “apenas a possibilidade de consulta”.

O mandatário, Carlos Braga, recorreu da decisão argumentando “o ato antidemocrático e desproporcional” em relação à lista opositora, do qual o atual presidente é o cabeça de lista, “tendo por isso, acesso a toda a documentação”.

Recorde-se que o processo eleitoral foi impugnado por incumprimento dos estatutos, “feita por sócios externos à lista B”.

A terminar a lista B refere que “tinha/tem como objetivo defender os superiores interesses da associação e inverter a forma negativa que constantemente a AHBVVV é alvo de noticia, por exemplo, como o caso TVI, tentativa de coação para alteração de atas, perseguição a funcionários, denuncias anónimas, clima de instabilidade e intriga interna” e “devolver a paz, o bem-estar, o normal e profícuo funcionamento dos bombeiros”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *