Minho

“Sucessão nas Empresas Familiares” é o tema da conferência promovida pela AEBraga

“Sucessão nas Empresas Familiares” é o tema da conferência promovida pela AEBraga, em parceria com a coach Ana Rita Silva, no próximo dia 29 de setembro, pelas 14h30, no salão nobre da AEB.

As empresas familiares representam a forma organizacional mais comum em todo o mundo. Portugal não é exceção e estima-se que 70% a 80% das empresas sejam negócios familiares, os quais contribuem para 50% do emprego e 60% do Produto Interno Bruto.

A realidade demonstra, no entanto, que a sucessão do negócio familiar para a segunda geração só é bem-sucedida em cerca de metade das empresas, caindo para cerca de 15% no que se refere à terceira geração.

Significa isto que há todo um trabalho de preparação da sucessão que importa fazer. Se, na primeira geração, os conceitos “empresa”, “família”, “propriedade” e “gestão” se fundem e, muitas vezes, se confundem, nas gerações seguintes, a transmissão de propriedade e riqueza e a transferência de gestão são realidades distintas que devem ser (bem) planeadas, acautelando tanto o crescimento e sustentabilidade do negócio como a harmonia familiar.

Esse planeamento pode revestir várias formas, desde a facilitação do processo de sucessão na sua fase embrionária, ou, numa fase um pouco mais adiantada, no apoio à continuidade ou à construção de um novo modelo de administração e de gestão e na preparação do(s) sucessor(es).

Nesta conferência vamos apresentar e debater alguns conceitos-chave e conversar com os empresários Rui Vilaça, da Vilaça Interiores e Carlos Jerónimo da Fundição De Sinos De Braga sobre os desafios da transição geracional dos seus negócios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *