Minho

Braga Florida já embeleza 84 ruas do centro histórico

O projeto Braga Florida começou com 55 ruas e hoje abrange já 84 artérias do centro histórico. Esta edição de 2023 “foi o ano de maior adesão por parte das pessoas da cidade”, tendo sido distribuídas, anteontem, cerca de 300 floreiras e 500 vasos.

“Temos o dobro dos pedidos do ano passado”, revelou Altino Bessa, vereador do Ambiente, na entrega de floreiras e vasos aos 130 moradores e comerciantes que se inscreveram previamente no projeto.

O Braga Florida é uma iniciativa do Município de Braga, que conta com a parceria da Associação Empresarial de Braga (AEB) e das freguesias de Maximinos, Sé, Cividade, São João do Souto, São Lázaro, São Victor e São Vicente, cujos respetivos presidentes de Junta também marcaram presença na distribuição realizada no largo do Pópulo.

“Ao longo dos anos temos cada vez mais pessoas a participar neste projeto. Desde 2014 já distribuímos cerca de sete mil floreiras’, revelou o vereador, destacando ainda que o Braga Florida tem uma vertente sustentável: “a quem já recebeu floreiras em edições anteriores, estamos a dar vasos com flores para serem plantadas nessas floreiras. Pretendemos que as pessoas reutilizem as floreiras”.

Altino Bessa realçou que “o objetivo deste projeto é ter o maior número de ruas floridas, com um aspeto bonito” para agradar “aos residentes e aos turistas”.

Neste âmbito, também o comércio e os serviços são desafiados a ostentar floreiras, motivo pelo qual a AEB é parceira desta iniciativa.

Presente na abertura do Braga Florida, o diretor-geral da AEB, Rui Marques, destacou também a relevância do projeto no reforço da atratividade do centro da cidade.

“É importante fazer parte deste desafio coletivo de tornar a cidade mais agradável, quer para os residentes como também para quem nos visita”, explicou Rui Marques.

O diretor-geral da AEB concluiu, ainda, que o projeto Braga Florida” contribui para um ambiente mais verde, onde se respira mais natureza, tornando as ruas mais coloridas e mais cheirosas”.

De realçar que os cerca de 130 inscritos terão de manter as floreiras que lhes foram atribuídas à varanda, pelo menos até Setembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *