DestaqueVILA VERDE

Vila Verde organiza torneio de futebol intercultural

O Município de Vila Verde convida a participar na conferência de imprensa a ter lugar na próxima segunda-feira, dia 4 de setembro, às 14h30, no Centro Comunitário da Cruz Vermelha na Vila de Prado, para apresentação de um “torneio de futebol intercultural” que vai juntar jovens de diferentes origens europeias, no âmbito do projeto internacional de inclusão e valorização social ” NET-IDEA “.

A conferência contará com a participação da presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Rodrigues Fernandes, o presidente da Delegação de Braga da Cruz Vermelha, Armando Osório, e jovens participantes na iniciativa.

Através do desporto, pretende-se promover o convívio e a partilha entre pessoas de diferentes origens e culturas.

O torneio – que irá desenrolar-se a partir de 9 de setembro, em Moure, no concelho de Vila Verde – surge como parte do projeto ” NET-IDEA “, promovido pela Cooperativa RPCI, pelos Municípios de Braga, Santa Maria da Feira e Vila Verde, em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa Delegação de Braga, no âmbito do projeto CigaGiro. Tem o apoio do Conselho da Europa, através do do Programa ICC – Intercultural Cities Network.

O projeto foi concebido a partir dos contributos dos participantes do projeto Ciga Giro E8G e jovens do CAEMENA – ambos dinamizados pela delegação de Braga da Cruz Vermelha – participaram num Bootcamp, nas férias da Páscoa, promovido pelo projeto ‘NetIDEA’, e dinamizado pela Rede Portuguesa das Cidades Interculturais e pelo Município de Vila Verde. Esta iniciativa, assente na premissa de que os jovens são atores-chave e agentes de mudança na sensibilização e na promoção de sociedades interculturais nas cidades europeias, destinou-se a promover as competências interculturais de um grupo de crianças de minorias étnicas e jovens refugiados que residem em Vila Verde, e a desenhar uma campanha internacional em competências interculturais a partir das suas experiências.

O torneio é de participação gratuita, destinado a jovens com idades entre os 10 e os 18 anos. Cada grupo deve trazer algo para partilhar (comida e bebida).

NET-IDEA
O Projeto NET-IDEA (Network of European Towns for Interculturalism, Diversity, Equality & Anti-Discrimination) surgiu das relações criadas no âmbito da Rede Internacional das Cidades Interculturais, um programa do Conselho da Europa, com vista a reforçar o papel das autoridades locais no domínio da promoção da diversidade, da interculturalidade, da antidiscriminação e da inclusão das minorias. O projeto une a rede portuguesa de cidades interculturais, a rede análoga espanhola, sueca e italiana e as cidades de Lublin (Polónia) e Erlangen (Alemanha) e tem a duração prevista de 2 anos, terminando em abril de 2024.

As cidades estão em constante mudança e a crescente diversidade, em parte motivada pela mobilidade humana, torna necessário que não só as comunidades, mas também os governos acolham a diversidade cultural e se adaptem a ela. Ainda mais quando, devido a essa diversidade, surgem situações de desigualdade e discriminação que atingem grupos minoritários. Como instituições mais próximas das pessoas, as cidades precisam de se munir de ferramentas eficazes de combate à discriminação que lhes permitam sensibilizar e aumentar os conhecimentos e competências locais para a inclusão e relações Interculturais.

O NET-IDEA tem vindo a proporcionar aos municípios a possibilidade de, através de uma colaboração transnacional, desenvolver competências específicas e práticas eficazes para enfrentar os desafios a nível local. Além disso, promove uma cooperação positiva e duradoura entre autarquias, organizações da sociedade civil e grupos de jovens para projetar e divulgar novas narrativas para combater a discriminação e o racismo, criando assim uma sociedade europeia mais inclusiva.

Para a concretização deste projeto, realizou-se uma parceria transnacional entre organizações da sociedade civil (OSC) e 15 municípios de 6 países europeus: Itália, Espanha, Portugal, Suécia, Alemanha e Polónia. Em Portugal, conta com a participação de Braga, Santa Maria da Feira e Vila Verde. O projeto arrancou em maio de 2022.

RPCI
A Rede Portuguesa das Cidades Interculturais pertence à rede internacional criada pelo Conselho da Europa. A sua missão é apoiar as cidades na revisão das suas políticas, através de uma lente intercultural, e no desenvolvimento de estratégias interculturais abrangentes para ajudá-las a perceber a vantagem da diversidade e a geri-la de forma positiva. O programa propõe um conjunto de ferramentas analíticas e práticas para ajudar as partes locais interessadas nas várias etapas do processo. A rede portuguesa foi criada em 2012 e conta com 16 cidades-membro em Portugal.

Em 2021 foi criada a cooperativa RPCI – Rede Portuguesa das Cidades Interculturais, CRL. (RPCI Coop) para apoiar no crescimento e sustentabilidade desta rede nacional, proporcionando a existência de cada vez mais projetos e iniciativas relevantes para este contexto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *