CURIOSIDADES

Incubadora falhou em pleno voo, mas hospedeira salvou ovos de flamingo

Uma assistente de bordo foi a personagem principal do resgate de seis ovos de flamingo, que estavam a ser transportados num voo entre Atlanta e Seattle, nos Estados Unidos.

A história é contada pelo zoológico de Woodland Park, para onde os ovos estavam a ser transportados por um cuidador de animais.

Acontece que, em pleno voo, e ainda a algumas horas de aterrar, a incubadora onde os ovos estavam a ser transportados deixou de funcionar, obrigando o homem a pedir ajuda à hospedeira de bordo Amber May.

A mulher não hesitou em assumir a missão e encheu luvas de borracha com água quente, para improvisar um ninho onde manteve os ovos a uma temperatura amena.

Ao longo do voo, May foi trocando a água nas luvas, de forma a manter a temperatura. Alguns passageiros, aliás, cederam os seus casacos e cachecóis para ajudar na missão.

“Os ovos de flamingo não teriam sobrevivido numa incubadora portátil que não funcionou durante cinco horas. Estamos muito gratos pelo pensamento criativo que levou ao transporte seguro dos nossos preciosos ovos”, disse o zoológico em comunicado.

Meses depois, quando os animais nasceram, May recebeu uma chamada dos cuidadores, dando-lhe a oportunidade de batizar um dos flamingos. ‘Sunny’ foi o nome escolhido, em homenagem à sua recém-nascida neta.

De seguida, avó e neta viajaram até Seattle para conhecer, em pessoa, o flamingo que recebeu o nome da criança.

“Ter a bebé Sunny a conhecer o flamingo Sunny foi simplesmente maravilhoso. Estou animada por ver ambos crescerem. Fiquei honrada e muito feliz que os flamingos tenham nascido – os seis!”, disse May.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *