DESPORTO

João Pedro Sousa não quer que o Famalicão relaxe frente ao Arouca

O treinador do Famalicão reforçou hoje a necessidade de manter, frente ao Arouca, o registo de vitória, e disse que a equipa está preparada para não “relaxar” na partida da 23.ª jornada da I Liga de futebol.

João Pedro Sousa elogiou o trabalho que tem vindo a ser feito pelo técnico do Arouca e salientou as dificuldades que espera encontrar.

“Percebemos que ao longo desta Liga conseguimos encontrar dois Aroucas, antes e depois do Daniel. O último revela qualidades coletivas que não se percebeu no início do campeonato. Percebeu-se sim a qualidade individual. Quando se juntam as duas pode formar-se uma boa equipa. Vai ser um desafio exigente, mas estou convencido de que estamos preparados para o jogo, para criar problemas e para ganhar”, referiu o treinador em conferência de imprensa.

O técnico salientou que o grupo está motivado e confiante, mas ciente de que ainda há margem de progressão para o grupo famalicense.

“A equipa está confiante, sempre motivada para chegar aos bons resultados e jogar melhor. A resposta que temos de dar é continuar a ganhar, a jogar bem, não respirar fundo porque ganhámos um jogo. Vínhamos numa série de resultados sem vitórias. Temos de jogar da mesma forma, voltar a acreditar, para ganhar novamente”, explicou ainda.

O treinador do Famalicão teceu ainda elogios ao guarda-redes brasileiro Luiz Júnior, que esteve em destaque na vitória dos famalicenses frente ao Rio Ave.

“É um guarda-redes que pode ser ainda melhor. Está num nível muito alto, tem sido importante para nós. P?ara falar do Júnior tenho de falar de duas pessoas decisivas para a sua evolução. O Vítor Alcino, treinador de guarda-redes, foi a primeira pessoa e a única que no momento em que foi para a baliza a primeira vez acreditava. O outro é o Zlobin. Não é fácil encontrar pessoas como o Zlobin que ajuda tanto neste processo. São duas pessoas decisivas no percurso do Júnior. Será a base para uma grande carreira”, disse.

João Pedro Sousa comentou ainda a estreia de Otávio Ataíde, ex-Famalicão, a titular na Liga dos Campeões ao serviços do FC Porto.

“Muito orgulhoso pelo Otávio. Reparei que o FC Porto termina o jogo com três jogadores que passaram por aqui: Toni, Jaime e Otávio. Orgulhoso pelos três. Não fiquei surpreendido com o jogo, o jogo de qualidade do Otávio, mas sei que ele pode fazer ainda melhor”, disse.

O Famalicão, oitavo classificado, com 26 pontos, joga, pelas 20h15 de sexta-feira, em casa do Arouca, sétimo, com 28, numa partida da 23.ª jornada da I Liga de futebol, que será arbitrada por Luís Godinho da Associação de Futebol de Évora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *