DESPORTO

Álvaro Pacheco quer Vitória SC mais audaz para ganhar no Dragão

O Vitória SC quer ser mais audaz e ambicioso para ir vencer ao terreno do FC Porto, no domingo, na 28.ª jornada da I Liga de futebol, frisou hoje o seu treinador, Álvaro Pacheco.

Vitorianos e portistas defrontaram-se na quarta-feira, para a Taça de Portugal, com os ‘dragões’ a ganharem vantagem para a segunda mão das meias-finais com o triunfo por 1-0 alcançado no Estádio D. Afonso Henriques.

O treinador frisou que o objetivo passa por ir vencer ao Dragão, agora no campeonato, esperando que a sua equipa seja mais “audaz, corajosa e ambiciosa” em relação ao jogo da Taça, sobretudo “com bola”, sem “medo”, sabendo que no recinto portista “todas as equipas passam por momentos difíceis”.

“Queremos ter a capacidade de decisão e discernimento no último terço para fazer o que a equipa faz normalmente, que é criar oportunidade de golo porque queremos ganhar os três pontos”, disse, na conferência de imprensa de antevisão da partida.

Para Álvaro Pacheco, o facto de o FC Porto jogar em casa e, previsivelmente, ir assumir mais o jogo dará mais espaços para o Vitória SC explorar o contra-ataque tornando-o mais à medida da sua equipa.

“Penso que sim. O FC Porto aqui [na quarta-feira] retirou-nos sempre o nosso jogo, o nosso ponto mais forte e em que nos sentimos mais confortáveis. O jogo teve muitas quebras, foi muito parado, com muitas faltas, e acredito que amanhã [no domingo] não o seja”, afirmou.

O treinador espera, por isso, “um jogo muito mais emotivo e mais bonito de se assistir entre duas equipas que vão querer ganhar: nós a querermos chegar o mais rapidamente aos 56 pontos e o FC Porto a não querer deixar de acalentar a oportunidade de se aproximar das equipas que estão à sua frente”, disse.

Bruno Varela regressou à baliza vitoriana na Taça, depois de dois meses de ausência devido a lesão e ficou ligado ao único golo da partida com uma abordagem infeliz ao cabeceamento de Pepe.

Álvaro Pacheco desvalorizou a situação — “é inequívoca a mais-valia e importância do nosso capitão” e “os jogadores têm que saber lidar com os erros” — e não quis revelar qual o guarda-redes que vai escolher, ainda que tendo dito que já sabe quem é.

Jota Silva tem sido a principal figura da equipa e o seu melhor marcador no campeonato.

O treinador notou que existem outros jogadores que têm sobressaído, mas frisou a “história bonita” do avançado: “há quatro ou cinco anos estava na distrital e agora está na seleção”, um exemplo para todos os jovens e para quem gosta de futebol, frisou.

Vitória SC, quinto classificado com 53 pontos, e FC Porto, terceiro com 58, defrontam-se no domingo, a partir das 20h30, no Estádio do Dragão, no Porto, num jogo que será arbitrado por Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *