CURIOSIDADES

Bebé respira sozinha pela primeira vez após duplo transplante de pulmões

Uma menina de seis meses que nasceu com uma doença pulmonar que colocava em risco a sua vida conseguiu respirar sozinha pela primeira vez, depois de ter sido alvo de um duplo transplante de pulmões.

Logo depois de nascer, a 20 de novembro de 2023, Kylie Overfield foi colocada num ventilador, por ter uma deficiência de surfactante B, uma condição genética rara que causa anormalidades no revestimento do tecido pulmonar e dificulta a respiração.

O problema de saúde, que afeta cerca de um em cada um milhão de recém-nascidos a nível mundial, pode levar à insuficiência respiratória. Acontece que o caso de Kylie era tão grave que os médicos julgavam que a bebé não sobreviveria.

Contudo, em janeiro, a menina estava suficientemente forte para deixar o hospital onde nasceu, no estado norte-americano da Virgínia, tendo sido transferida para o Hospital Infantil do Texas, em Houston.

“Se ela estivesse a lutar, eu nunca pararia de lutar”, assegurou a mãe da bebé, Ashley Overfield, ao Good Morning America.

O tratamento mais eficaz para Kylie seria um transplante pulmonar. A menina foi colocada na lista de espera e, a 17 de abril, foi operada. A cirurgia, que durou 11 horas, foi supervisionada por mais de uma dúzia de médicos e enfermeiros, que também repararam um buraco no coração da criança.

Kylie conseguiu, assim, respirar sozinha pela primeira vez, esperando-se que tenha alta hospitalar nos próximos dias. “Ela tem uma vida agora. Tem uma oportunidade”, disse Ashley, que se mudou para Houston com o marido e os dois filhos mais velhos.

A mulher sublinhou também que a família está muito grata à mãe que decidiu doar os órgãos do seu bebé, uma vez que salvou Kylie e outras crianças em perigo de vida.

“O meu coração dói por ela e penso nela a cada minuto de cada dia”, confessou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *