CURIOSIDADES

Turquemenistão inaugura uma das estátuas mais altas do mundo

O Turquemenistão inaugurou esta sexta-feira uma estátua que atinge 80 metros de altura, incluindo a base, uma das mais altas do mundo, em homenagem ao poeta mais famoso deste país da Ásia Central, apreciador de construções monumentais.

Este monumento de bronze foi erguido a sul da capital Asgabade, no sopé das montanhas Kopet-Dag, noticiou a agência France-Presse (APF) após a inauguração que contou com a presença do Presidente Serdar Berdymukhamedov.

Para efeitos de comparação, a Estátua da Liberdade em Nova Iorque e a estátua do Cristo Redentor no Rio de Janeiro medem 93 e 38 metros respetivamente, longe do recorde mundial da Estátua da Unidade na Índia, com 182 metros.

A construção do monumento em homenagem ao poeta Magtymguly Pyragy, apresentado pelo regime como um pilar da identidade turcomana, faz parte das tentativas das autoridades de consolidar o seu Estado-nação, enquanto a Ásia Central é há muito tempo uma zona sem fronteiras reais, habitada por nómadas então sob domínio russo e soviético.

A homenagem tinha sido decidida pelo ex-presidente Gurbanguly Berdymoukhamedov, pai de Serdar, que mantém imensas prerrogativas depois de ter liderado entre 2006 e 2022 esta antiga república soviética desértica que faz fronteira com o mar Cáspio e sem oposição política.

Tornado “herói protetor” e “líder da nação turcomana”, este homem de 66 anos estabeleceu um culto à personalidade, segundo os seus críticos.

Esta nação tenta regularmente bater vários recordes do Livro dos Recordes do Guinness, às vezes caricatos, como o maior seminário sobre cultivo orgânico de melão, o maior desfile de ciclismo ou a maior aula de ecologia.

Inaugurado por ocasião do 300.º aniversário do nascimento do poeta, este monumento foi criado por Saragt Babayev, autor de outras obras monumentais no Turquemenistão, como as estátuas douradas que representam Gurbanguly Berdymukhamedov (43 metros) e a raça canina Alabaï (15 metros).

“Queria encarnar a grandeza de um humanista e de um poeta cujo nome está entre os escritores eminentes do Oriente”, frisou o escultor à AFP.

Ao redor do monumento, 24 estátuas menores de bronze foram instaladas em homenagem a autores estrangeiros como Honoré de Balzac (França), William Shakespeare (Inglaterra), Johann Wolfgang von Goethe (Alemanha) e Du Fu (China).

O Turquemenistão é criticado pelas organizações não-governamentais (ONG) internacionais pelos seus projetos grandiosos, realizados graças às receitas provenientes dos seus imensos recursos naturais, mas sem grandes benefícios para a população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *