Terras do Homem

Estatuto Editorial

O Terras do Homem é um jornal quinzenal de informação geral com o objectivo de cobrir noticiosamente a área geográfica compreendida pelos concelhos de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde.

Informar com rigor e servir o leitor são as preocupações essenciais, num serviço que tem como prioridade dar conta da vida das pessoas, relevando os seus anseios, frustrações e sucessos.

O Terras do Homem assenta num jornalismo orientado para quem o lê: fácil, conciso e directo na forma e no conteúdo. Na abordagem completa e sem complexos aos factos, valoriza o princípio do contraditório e da presunção da inocência.

Numa postura de comunicação permanente entre as gerações, o Terras do Homem privilegiará questões sociais, como saúde, emprego, justiça e educação. Nesse pressuposto, tem como objectivo participar nas grandes questões regionais, e eventualmente nacionais, que influenciem directa ou indirectamente a vida das populações dos concelhos de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde.

O Terras do Homem acredita na liberdade de expressão, na livre concorrência e nos fundamentos do Estado de Direito. Assume-se defensor da independência em relação aos poderes político, económico e social. Não discrimina raças, credos ou ideologias, e assume o respeito integral pela vida privada dos cidadãos.

Para além do direito dos leitores à palavra, reconhece-se igualmente a necessidade de dar voz a opiniões interventivas, mas sempre diversificadas e representativas da sociedade.

O Terras do Homem pretende, por um lado, promover os valores do meio onde se insere e, por outro, afirmar-se como pólo positivo de dinamização da vida social e económica da região banhada pelo rio Homem. A comunicação social, pelo grande contributo que dá para a fortificação do conhecimento, constitui de facto e realmente um factor de desenvolvimento, não só cultural, como também social e económico da sociedade abrangente.