Ano escolar arranca em Vila Verde com a tranquilidade possível

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, secundado pela vereadora da Educação, Júlia Fernandes, acompanhou o início das atividades do novo ano letivo.

Num ano letivo que se inicia sob os constrangimentos colocados pelo contexto de pandemia que o país e o mundo enfrentam, o Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, acompanhado pela senhora vereadora da Educação, Júlia Fernandes, pôde constatar, in loco, que, as direções, o corpo docente, os assistentes técnicos e operacionais e as famílias “estão totalmente empenhados em que o ano letivo decorra dentro da normalidade possível”.

O autarca sublinha “todo o intenso trabalho de articulação e de preparação que os responsáveis dos agrupamentos de escolas e escolas concelhios desenvolveram para um regresso seguro de todos os alunos e professores a um modelo de ensino presencial que é o que oferece melhores condições para a realização de uma atividade de ensino e aprendizagem muito profícua e suscetível de proporcionar às crianças e jovens Vilaverdenses uma educação e uma formação completas que os preparem, nas melhores condições, para os desafios do mundo cada vez mais exigente e competitivo em que vivemos”.

Vilela revela que “os hercúleos esforços desenvolvidos pelas direções das escolas, em articulação com as associações de pais e encarregados de educação e com o Município, para que as condições de funcionamento do ensino presencial estivessem asseguradas, em todas as escolas concelhias, oferecem às famílias Vilaverdenses as melhores razões para estarem confiantes e para acreditarem que os seus filhos estão seguros e o bem-estar de todos está, na medida do possível, assegurado”.

Refere, ainda, que, “dadas as atuais circunstâncias, não podemos dizer que existe risco zero em nenhuma situação, seja nas escolas, nos locais de trabalho ou na sociedade em geral, mas as nossas escolas prepararam-se para receber os seus alunos nas melhores condições possíveis, em função dos espaços e das dinâmicas e especificidades próprias de cada uma”.

Obras de requalificação avançam em bom ritmo
Neste momento, encontram-se em fase final de profundas obras de requalificação a Escola Básica de Vila Verde e a Escola básica de da Vila de Prado, sendo que também se encontram em execução as obras da escola do primeiro ciclo de Esqueiros.

António Vilela, considera que “esta aposta que o Município de Vila Verde está a fazer, substituindo, em grande medida, o Estado naquela que era uma responsabilidade exclusivamente sua, representa o culminar da concretização do ambicioso plano de modernização e requalificação de todo o parque escolar concelhio”.

Segundo o autarca “o investimento global próximo dos 3 milhões de euros, na requalificação das escolas básicas de Vila Verde e de Prado, dos 2.º e 3.º ciclos e da escola do primeiro ciclo de Esqueiros, vai-se traduzir numa muito significativa melhoria das condições físicas para o desenvolvimento de uma educação de excelência”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *