7000 crianças terão salas de aula novas construídas pela ONG Oikos em Moçambique

Serão construídas 60 salas de aulas em 10 escolas na província de Nampula. 7000 crianças terão maior conforto e segurança nas suas salas de aula, melhorando as condições de ensino e aprendizagem.

As escolas em Moçambique têm sido fortemente danificadas por desastres naturais recorrentes, desde chuvas fortes, ciclones, inundações.

Com apoio financeiro do Banco Mundial, o Governo de Moçambique selecionou a ONG portuguesa Oikos para a construção de salas de aulas e infraestruturas de saneamento obedecendo a medidas de adaptação às ameaças naturais recorrentes na província de Nampula.

Serão adotadas técnicas de construção resilientes e mistas – combinando o máximo de conhecimento e recursos locais, com a construção convencional – e adotados padrões de reconstrução melhorados, o que resultará numa melhor resiliência a futuras ameaças naturais.

Pretende-se melhorar a capacidade de resposta das estruturas, principalmente aos impactos de ventos e chuvas fortes, assim como reduzir a manutenção rotineira e reconstrução recorrente das infraestruturas em cada época chuvosa e ciclónica.

A iniciativa enquadra-se na recuperação resiliente de emergência levada a cabo pela Direção Infraestruturas e Equipamentos Escolares nas províncias de Nampula, Niassa e Zambézia.

Serão parceiros o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano; Direção de Infraestruturas e Equipamentos Escolares; e a UN-HABITAT das Nações Unidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *