Princípio do fim de “Pirata” começou em Amares

O princípio do fim de André “Pirata”, o assaltante detido ao início da tarde de ontem, em Adaúfe, Braga, começou em Amares, quando abalroaram um carro-patrulha da GNR local, na “Rotunda da Laranja”, já nas imediações da Quinta dos Cisnes.

Segundo apurou o Terras do Homem, os dois foragidos tinham cometido três assaltos, na Póvoa de Lanhoso, quando foram intercetados, já em Amares. O condutor da carrinha furtada e comparsa de “Pirata” bateu contra o carro da GNR de Amares, tendo encetado uma aparatosa fuga sempre pela Estrada Nacional 205-4.

Ao chegar perto da Farmácia de Adaúfe, num entroncamento, bateu contra um muro, um momento em que “Pirata” aproveitou para fugir, enquanto o seu cúmplice foi logo detido pela GNR de Amares, iniciando-se então uma “caça ao homem”, que acabou cerca das 12h30.

Nessa mesma ocasião, já com o apoio de um militar da GNR de folga, elementos de Amares, Póvoa de Lanhoso e Braga, apanharam André “Pirata”, de 29 anos, quando o cadastrado se escondia na Capela de Nossa Senhora da Nazaré, Adaúfe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *