FC Amares desloca-se, amanhã, ao terreno difícil do Cabreiros

O FC Amares tem uma deslocação difícil, amanhã de manhã, ao terreno do Cabreiros. A equipa de Braga só tem um ponto no campeonato e está à procura de vitórias para sair da posição em que se encontra na tabela.

Na antevisão da partida tanto o jogador Pinto como o treinador Hugo Ramos realçaram este aspeto bem como as caraterísticas diferentes que envolvem a partida.

“Vamos jogar perante um adversário que tem qualidade individual, coletivamente ainda não se expressou, e uma equipa que tem qualidade individual essa expressão pode vir ao de cima e esperemos que não seja já no sábado”, começou por referir o treinador.

Hugo Ramos acrescenta ainda o “campo com dimensões reduzidas, sintético, perante um adversário que está muito à procura de pontos” como dificuldades. “Sabemos que esse tipo de partida origina um jogo não muito bem jogado, atípico e nós vamos ao encontro desse tipo de jogo. Não abdicamos dos nossos princípios de jogo, vamos encontrar um adversário extremamente pressionado e que motivado para não nos deixar jogar o jogo que pretendemos”.

Para o técnico, “sem abdicar dos princípios”, a equipa poderá apresentar ‘nuances’ diferentes dos dois jogos anteriores: “num jogo de posse, onde damos muita largura ao nosso jogo e temos paciência na construção de jogo, o adversário, possivelmente, não nos vai deixar ter, até pelas dimensões do campo. Vamos ter uma posse mais vertical, mais de apoios, dando mais profundidade ao jogo”.

Desdramatizando os inícios menos conseguidos da equipa nos dois jogos anteriores, Hugo Ramos prefere valorizar o positivo: “não podemos direcionar só a nossa análise para quinze minutos num jogo de noventa minutos. Eu perspetivo mais o jogo para aquilo que conseguimos fazer de forma positiva. Entramos mal é verdade e vamos retificar isso no próximo jogo, mas o jogo anterior teve mais 75 minutos onde tivemos a capacidade de dar a volta ao resultado”.

Pinto
O defesa central Pinto não espera facilidades, amanhã: “esperamos um adversário difícil, como são todos os jogos na Pró-nacional e este não vai ser exceção, vamos jogar fora com um adversário que neste momento tem um ponto e que quer ganhar jogos de certeza, e nós vamos entrar num jogo para ganhar.

O jogador chama a atenção para alguns pontos fortes do adversário: “é uma equipa tem alguns jogadores vindos da época passada, ao nível do meio campo tem jogadores interessantes e com bastantes jogos na Pró-Nacional e um avançado possante, Marco Lima, não são os nomes individuais que jogam é a qualidade individual e coletiva e nós estamos preparados”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *