Terras de Bouro celebra Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres

Com o intuito de assinalar o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, que será assinalado em 25 de novembro, o Município de Terras de Bouro aliou-se às demais entidades que defendem esta causa, no sentido de alertar e consciencializar a população para este flagelo que, infelizmente, ainda assola a humanidade.

A violência exercida contra as mulheres e raparigas representa uma violência contra toda a humanidade que já não deveria ter lugar nem Portugal, nem na Europa nem qualquer parte do mundo.

“Lamentavelmente, todos sabemos que não obstante o empenho depositado na defesa desta causa, ainda há um longo caminho a percorrer para vencer este desafio”, refere a autarquia, em comunicado.

A violência contra as mulheres manifesta-se em qualquer lugar, através da violência física, psicológica e sexual. As mulheres são vítimas de violência tanto na sua casa como no local de trabalho, nas escolas e universidades, na rua, em situações de trânsito e migração, e cada vez mais na Internet.

É uma responsabilidade de toda a comunidade em geral, e em particular, das diversas entidades, assumir e manter o compromisso de prevenir, rejeitar e condenar francamente todos os atos de violência contra as mulheres e raparigas.

É precisamente neste contexto que o Município de Terras de Bouro, não poderia deixar passar uma data tão importante sem a assinalar, e desta forma expressar e repudiar todo e qualquer ato de violência contra as mulheres.

“Todavia, acabar com a violência contra as mulheres e raparigas exige um compromisso firme, e o envolvimento de todos, quer a nível institucional, organizacional e da sociedade em geral, e, principalmente, dos homens”.

Como forma de assinalar esta data tão importante o Município de Terras de Bouro, para além de divulgar vários folhetos com informação importante sobre este tema e contactos úteis, procedeu à colocação de faixas pretas nos edifícios municipais, que aí permanecerão ao longo da semana com o número das vítimas ocorridas neste contexto de violência (534 femicídios ocorridos entre 2014 e 2019), uma iniciativa em parceria com a UMAR – União de Mulheres Alternativa Resposta – Núcleo de Braga.

Esta iniciativa decorreu sob a orientação da Vereadora, Ana Genoveva Araújo, que aproveitou para deixar uma mensagem de esperança e de incentivo na luta por uma causa tão nobre.

“O dia 25 de novembro foi designado oficialmente como Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, em 1999, pelas Nações Unidas (ONU). Desde então, essa data tem sido comemorada no mundo.

O assinalar desta data é uma justa homenagem às irmãs Patria, María Teresa e Minerva Maribal, que no ano de 1960, a mando do ditador da República Dominicana Rafael Trujillo, foram presas, fustigadas e assassinadas. Estas irmãs tornaram-se, assim, um símbolo mundial de luta contra a violência que sacrifica as mulheres.

Jean-Jacques Rousseau disse: ‘As mulheres constituem a metade mais bela do mundo’.
A mulher representa a energia da vida, é sublime na sua essência. Não deixemos que a violência, de que tipo for, seja admitida!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *