Nos últimos 14 dias houve 430 contágios em Vila Verde, 227 em Amares e 22 em Terras de Bouro

Segundo o relatório divulgado, hoje, pela DGS, nos últimos quatorze dias, em Vila Verde houve 430 contágios, em Amares 227 e em Terras de Bouro 22. Os números estão explanados no documento já tornado público.

Recorde-se que com estes dados, o concelho de Amares assumiu o risco de extremamente elevado, Vila Verde de muito elevado e Terras de Bouro de elevado.

A Direção-Geral de Saúde (DGS) atualizou os dados relativos à distribuição geográfica dos casos da Covid-19 em Portugal, que permitem concluir que Lousada é, atualmente, o concelho onde a situação é mais crítica.

Na semana passada, recorde-se, Paços de Ferreira era o concelho onde a situação pandémica era mais grave, mas a primeira posição é agora ocupada por Lousada com 2791 casos por cada 100 mil habitantes.

Segue-se Paços de Ferreira (2533 casos por 100 mil habitantes) e Vizela (2523 casos por 100 mil habitantes), segundo os dados da DGS, que constam no boletim divulgado esta segunda-feira.

Ainda com mais de 2.000 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, destaque para Fafe (2074), Felgueiras (2221), Freixo de Espada à Cinta (2.335), Guimarães (2343), Manteigas (2029) e Penafiel (2108).

Do lado oposto, há dez concelhos que registaram zero casos da Covid-19 por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias – mais um concelho do que o balanço divulgado há uma semana. São eles: Calheta, Corvo, Lajes das Flores, Lajes do Pico, Madalena, Porto Moniz, Santa Cruz da Graciosa, Santana, São Vicente e Vila Velha de Rodão.

Estes dados por concelho, sublinhe-se, têm por base a incidência cumulativa a 14 dias, que “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada, por concelho, a 31 de dezembro de 2019, pelo Instituto Nacional de Estatística. Habitualmente é expressa em número de casos por 100.000 habitantes”, segundo a DGS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *