CURIOSIDADES

Ciclone mortal deixou uma praia da Índia coberta de ouro

Centenas de pescadores, mulheres e crianças no distrito de East Godavari, no estado de Andhra Pradesh, no sul da Índia, passaram o fim de semana a vasculhar a praia local em busca de ouro.

Após o ciclone Nivar, uma tempestade que matou cinco pessoas, derrubou árvores e inundou edifícios, pescadores locais encontraram minúsculas contas de ouro em toda a praia. Apesar dos ventos fortes e das chuvas, centenas de moradores aglomeraram-se na praia com guarda-sóis e peneiras para filtrar a areia.

“O planalto de Deccan no sul da Índia, que inclui estados como Andhra Pradesh e Karnataka, é uma das massas de terra mais antigas do mundo. É aqui que, historicamente, a maioria das gemas e joóas da Índia foi encontrada”, disse Goutom Sawang, Diretor-Geral da Polícia de Andhra Pradesh, ao Vice.

Sawang explicou que muitas das jóias mais pequenas chegam aos campos das minas da Golconda em Andhra Pradesh, onde podem não ter sido peneiradas corretamente.

Alguns locais acreditavam que as contas de ouro eram os restos de templos perdidos submersos no mar, que deram à costa após o ciclone.

Outros acreditam o contrário. “É costume durante a lua cheia fazer um puja (adoração cerimonial) e rezar para o mar. Durante o puja, deixamos para trás nove grãos de arroz e nove pedras preciosas, incluindo pequenas contas de ouro”, disse um nativo de Godavari do leste ao Vice.

Embora a recente corrida do ouro seja um caso raro de objetos de valor a chegar à costa, a caça ao tesouro é uma prática comum em Andhra Pradesh. Em outubro, um tesouro de moedas de ouro e prata foi descoberto perto de um templo no distrito de Kurnool, em Andhra Pradesh.

Além disso, agricultores e trabalhadores migrantes em Kurnool procuram diamantes em campos agrícolas a cada monção. No ano passado, um agricultor encontrou um diamante no valor de 600 milhões de rupias indianas (equivalente a 6,8 milhões de euros) no seu campo após fortes chuvas terem varrido a camada superficial do solo.

No entanto, a descoberta de ouro durante um período de tempo levou à formação de gangues que foram apanhados a roubar e vandalizar templos antigos em busca de “tesouros escondidos”. Em outubro, a polícia no distrito de Chittoor prendeu uma gangue de oito membros. Muitos deles escondem-se em florestas próximas.

De acordo com a Lei de Tesouro do Tesouro pré-colonial da Índia, “sempre que qualquer tesouro que exceda em quantidade ou valor dez rúpias for encontrado, o descobridor deverá, assim que possível, dar ao Coletor uma notificação por escrito – da natureza e quantidade ou valor aproximado de tal tesouro; do local em que foi encontrado; da data da descoberta”.

ZAP //

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *