Tubos de saneamento voltam à Ponte Nova e indignam populações

De novo em confinamento, estão a tentar ser colocados os tubos de ligação entre as duas margens na Ponte de Nova, pela empresa responsável pelo saneamento de Amares. A ponte faz a ligação entre os dois concelhos através das freguesias de Rendufe e da Loureira.

No anterior confinamento, a mesma situação já se tinha verificado tendo a obra parado e as duas câmaras conversaram sobre o assunto para chegar a uma melhor solução. Recorde-se que, na altura, os tubos ficavam suspensos na ponte, desta vez, estão a ser feitas escavações na ponte para perceber se é possível fazer passar os tubos por lá.

O presidente da Junta da Loureira, contactado pelo ‘Terras do Homem’, lamenta que “mais uma vez, se aproveite o confinamento para se tentar fazer a obra. A empresa diz que tem autorização dos Municípios de Amares e Vila Verde, mas eu contactei chefe de divisão, engenheiro municipal e Vereador de Vila Verde e nenhum deles sabe de nada”.

Recorde-se que numa reunião em que participaram os diferentes interessados, tinha ficado decidido a construção de um passadiço, com o embelezamento da respetiva zona ribeirinha, por onde passariam os tubos. Os custos da obra seriam repartidos pelos dois Municípios.

“Os tubos passar por cima dos arcos sempre esteve fora de questão. Ou se fazia uma estação elevatória ou um passadiço”, refere Pedro Dias, até porque “tecnicamente não seria possível”.

O congénere de Rendufe, ao ‘Terras do Homem’ confirma que estão a ser feitas escavações na ponte para perceber a viabilidade da passagem dos tubos. Domingos Alves reconhece que preferia a construção de um passadiço. “Se a passagem dos tubos fizer com que o pavimento da ponte seja reparado, é uma solução menos má”.

Segundo o que disse o presidente da câmara de Amares, Manuel Moreira, ao ‘Terras do Homem’, “há um acordo entre o chefe de divisão de Amares e o de Vila Verde para que os tubos passem por cima dos arcos”. A questão do passadiço esteve em cima da mesa, “mas é preciso que cada câmara pague a sua parte”.

Vau
Pedro Dias aproveitou para lamentar que a empresa que está a fazer o saneamento de Amares tenha “usado a área balnear do Vau para a colocação de máquinas e de material e tenha destruído aquilo tudo”. Segundo o presidente da Junta da Loureira, “ninguém falou connosco e é triste ter que andar a junta a perguntar a Amares quem é a empresa para que a zona balnear fique em termos depois da obra”.

One thought on “Tubos de saneamento voltam à Ponte Nova e indignam populações

  • 27/01/2021 em 14:34
    Permalink

    Sr. MOREIRA, existe acordo, apresente a prova disso!
    Em quantas reuniões o Sr. participou para resolver o problema? Existiu uma no município de Amares e outra em Vila Verde, em qual o Sr. esteve presente?

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *