Biblioteca de Vila Verde organiza fase Interconcelhia do Cávado do Concurso Nacional de Leitura

A Biblioteca de Vila Verde recebe ao longo dos próximos dias 21 e 22 de abril a fase interconcelhia do Cávado da 14.ª edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL).

Ao longo destes dias, 96 crianças e adolescentes dos municípios de Amares, Barcelos, Braga, Esposende, Terras de Bouro e Vila Verde prestarão provas escritas (dia 21) sobre os livros escolhidos para esta fase do CNL regional e os 20 vencedores, 5 por cada ciclo de ensino, demonstrarão os seus dotes de argumentação e leitura em voz alta nas provas de palco que decorrerão no dia 22; finalmente, os dois concorrentes por ciclo de ensino mais votados pelo júri serão os apurados para representar a região do Cávado na final nacional do CNL, que decorre em Oeiras, a 5 de junho.

Esta é uma verdadeira maratona de leitura para todos os alunos que gostam de ler e se envolvem no concurso: quando chegam à fase intermunicipal, as crianças e adolescentes já enfrentaram uma fase escolar e outra concelhia do concurso, cada uma mais complexa e difícil do que a anterior.

São campeões da leitura os que, nos próximos dois dias, mostrarão em público o que pensaram e sentiram quando leram as obras que os membros da organização escolheram para este ano: “O rapaz da bicicleta azul”, de Álvaro Magalhães (1.º ciclo), “Orlando e o tambor mágico”, de Alexandra Lucas Coelho (2.º ciclo), “Momentos de aqui”, de Ondjaki e “Zahra”, a obra em que o jovem médico bracarense Tomás Sopas Bandeira chama a atenção para a tragédia vivida pelo povo Saharaui.

Tomás Sopas Bandeira é, aliás, um dos membros do júri convidado para avaliar as artes de leitura dos concorrentes, e a ele se juntaram Adelina Moura, colaboradora do Plano Nacional de Leitura para a área das tecnologias educativas e Maria João Sampaio, antiga diretora das Bibliotecas Municipais do Porto e uma das mais prestigiadas bibliotecárias portuguesas.

Devido à pandemia e às medidas de saúde pública em curso as provas decorrerão online, em vez de presencialmente, como era habitual antes de a Covid-19. Assim, as provas públicas de palco, que decorrem no dia 22 a partir das 10h30, serão transmitidas via Facebook da Biblioteca Municipal Prof. Machado Vilela (https://www.facebook.com/biblioteca.vilaverde) e, simultaneamente, pelas páginas da mesma rede social das bibliotecas do Cávado.

Apesar de não ser possível reunir todas e todos os candidatos numa festa ao vivo, a festa da leitura será na mesma celebrada, este ano com o reforço da cooperação, partilha e solidariedade manifestada por todas e todos os professores bibliotecários, bibliotecários de leitura pública, coordenadores interconcelhios de bibliotecas escolares, alunos, pais e professores, que em conjunto superaram todas as dificuldades e chegarão ao dia 22 com o brilhozinho nos olhos que todas as crianças e adultos leitores trazem sempre consigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *