Amares promove conferência “Maria Pais, A Ribeirinha – Notas Biográficas de uma Rica-dona”

A Pousada Mosteiro de Amares, em Santa Maria de Bouro, acolhe no próximo dia 9 de julho, pelas 21h00, com transmissão online, a conferência “Maria Pais, A Ribeirinha – Notas Biográficas de uma Rica-dona, entre Leão e Portugal”.

A iniciativa pretende constituir um momento de reflexão a partir da análise das origens familiares de Dona Maria Pais, procurando-se valorizar a importância social e política de algumas linhagens muito bem implantadas junto da fronteira luso-galega-leonesa, e a sua trajetória no âmbito da alta nobreza dos séculos XII e XIII, bem como a sua influência no Norte Senhorial.

Inserida no Ciclo de Conferências “Estórias do Minho – Narrativas no Feminino de uma Geografia Identitária”, promovida pelo Consórcio Minho Inovação, que integra as três Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, Cávado e Ave, no âmbito do projeto âncora “PA2. Touring Cultural – Identidade Cultural do Minho”, cofinanciado pelo Norte 2020, a atividade é de participação gratuita e poderá ser acompanhada através da página oficial do Facebook do Município de Amares: https://www.facebook.com/cmamares.

A conferência irá contar com a participação de um reputado painel de investigadores, constituído por José Augusto de Sottomayor-Pizarro, Professor Associado com Agregação do Departamento de História e de Estudos Políticos e Internacionais da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Lúcia Maria Cardoso Rosas, Professora Catedrática do Departamento de Ciências e Técnicas do Património da mesma Universidade, bem como José Carlos Ribeiro Miranda, Professor Associado com Agregação do Departamento de Estudos Portugueses e Estudos Românicos.

A Mesa redonda será ainda moderada por Sérgio Guimarães de Sousa, Professor do Departamento de Estudos Portugueses e Lusófonos do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho e Diretor do Centro de Estudos Mirandinos em Amares.

Haverá ainda um momento musical interpretado pelo Grupo “ORGANUM VOX ENSEMBLE”, Grupo Vocal do Minho que se dedica ao estudo e interpretação de música medieval e renascentista, com vasta experiência e formação na área, composto por: Diana Pereira – Soprano, Marisa Oliveira – Contralto, Tiago Simães – Tenor, Eduardo Sousa – Baixo e Direção Musical de Tiago Simães.

Neste ciclo de Conferências, que está a percorrer os 24 municípios do Minho, pretende-se valorizar um olhar inovador sobre a herança cultural do Minho rememorada no feminino, enquanto sociedade de forte tradição matriarcal, propiciando uma narrativa congregadora de saberes e valores identitários que importam estudar, conhecer, cuidar, preservar, valorizar e divulgar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *