Tesouro dos Templários pode estar escondido debaixo de uma casa em Inglaterra

Um historiador inglês alega que um edifício histórico em Burton, em Inglaterra, é onde está escondido o lendário tesouro dos Templários.

Existem várias lendas sobre um tesouro que alguns templários conseguiram esconder do rei francês Filipe IV e que mais tarde foi perdido. Uma história diz respeito em particular a Rennes-le-Château, no sul de França, onde o tesouro terá sido encontrado no século XIX.

Há poucas provas quanto à existência do dito tesouro. Ainda assim, o investigador inglês David Adkins acredita ter localizado o local onde está guardado o Santo Graal e a Arca da Aliança. Ele defende que está debaixo de uma histórica casa inglesa em Burton-upon-Trent, conhecida como Sinai Park House, escreve o portal Ancient-Origins.

O Santo Graal é uma expressão medieval que designa normalmente o cálice supostamente usado por Jesus Cristo na Última Ceia. Enquanto isso, segundo a Bíblia, a Arca da Aliança foi o objeto em que as tábuas dos Dez Mandamentos e outros objetos sagrados terão sido guardados, como também veículo de comunicação entre Deus e o seu povo escolhido.

O historiador diz que a câmara do Graal é tão vasta que poderia “acomodar a Abadia de Westminster”. Adkins sugere que tanto o Santo Graal como a Arca da Aliança foram escondidas pelos cavaleiros Templários.

Ao Manchester Evening News, Adkins diz que investigadores na década de 1880 descobriram “uma passagem secreta” e forçaram a entrada nela. A arcada de pedra do celeiro da Sinai House foi então fechado com tijolos. Atkins acredita que esta “pode ser” a passagem que leva a uma enorme sala cheia de tesouros templários.

A Abadia de Burton tem uma forte ligação à Ordem dos Templários. Adkins explica que a Abadia de Burton tomou posse da Sinai Park House quando os Templários “estavam a tentar esconder o seu lendário saque”.

David Adkins diz ainda que um geólogo uma vez lhe disse que havia “cavernas tão grandes quanto a Abadia de Westminster debaixo da casa”. O investigador acrescenta que os Templários teriam valorizado estas cavernas como o lugar perfeito para esconder o seu tesouro.

A Ordem dos Templários foi criada com o propósito original de proteger os cristãos que voltaram a fazer a peregrinação a Jerusalém após a sua conquista. O súbito desaparecimento da maior parte da infraestrutura europeia da Ordem deu origem a especulações e lendas que mantêm o nome dos Templários vivo até aos dias de hoje.

Daniel Costa, ZAP //

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *