Lágrimas, suor e polémica com SC Braga a voltar às vitórias no dérbi minhoto

O SC Braga comprovou que a derrota sofrida na receção ao Sporting, por 1-2, já faz parte do passado e regressou, esta sexta-feira, às vitórias, ao derrotar o Moreirense, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, por 3-2.

Fábio Martins inaugurou o marcador, aos 39 minutos, e, aos 41 minutos, foi a vez de Iuri Medeiros fazer o gosto ao pé. O ex-Sporting marcou o primeiro golo desde que recuperou de uma grave lesão, e, na hora de festejar, não segurou as lágrimas.

Já no segundo tempo, houve tempo para dois lances polémicos. Primeiro, Galeno pediu grande penalidade depois de ser agarrado por Ismael. Já mais tarde, os homens da casa fizeram, o mesmo, desta feita por suposta mão na bola do jogador brasileiro.

À terceira, o árbitro Hélder Malheiro acabaria mesmo por apontar para a marca dos 11 metros, por falta de Lucas Mineiro sobre Steven Vitória. O defesa-central, que ficou ‘mal na fotografia’ no golo inaugural, aproveitou para se redimir e atirou para o fundo das redes.

O conjunto orientado por João Henriques aproveitou o ‘embalo’ e, apenas três minutos depois, repôs a igualdade. Paulinho, que somou a primeira partida desde o regresso a Moreira de Cónegos, não desperdiçou e, após erro da defesa adversária, ‘disparou’ para o 2-2.

Este dérbi minhoto era já de ‘loucos’, mas a história ainda não estava totalmente contada. Isto porque foi preciso esperar pelo quinto minuto de compensação para Ricardo Horta, que tinha entrado meia hora antes, para o lugar de Iuri Medeiros, dar a ‘machadada final’.

Com este triunfo, o SC Braga passa a somar seis pontos e iguala, provisoriamente, Sporting, FC Porto, Benfica e Gil Vicente na liderança da I Liga. Quanto ao Moreirense, que segue com apenas um ponto ao cabo de três jornadas, é 14.º classificado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *