Vila Verde recebe distinção por boas práticas na área social

A Associação Nacional de Gerontologia Social (ANGES) entregou, esta tarde, ao Município de Vila Verde uma distinção por boas práticas na área social. O presidente da ANGES, Ricardo Pocinho salientou o trabalho que vem sendo desenvolvido desde 2018 (data da fundação da Associação), nomeadamente ao nível da formação de quadros técnicos e nas respostas municipais para fazer face à pandemia.

O galardão foi conhecido no último congresso da ANGES, realizado em Córdoba, e cujo júri contém professores universitários, investigadores e pessoas ligadas à área social. Proposto por Ricardo Pocinho, o certificado “não foi um favor é merecimento, fruto de uma análise detalhada do que vai sendo feito no território”. Vila Verde é o oitavo concelho do país a receber a distinção. “Espero que este trabalho tenha continuidade”.

O trabalho na área das demências, através do Centro Social do Vale do Homem, o facto de ser o concelho do país com a maior esperança média de vida, o trabalho em rede exemplar, foram alguns dos argumentos apresentados pelo presidente da ANGES: “há uma série de condições que são necessárias cumprir e que Vila Verde cumpre” acrescentando que “somos gratos aqueles que protegem a esperança média de vida”.

A vereadora da ação social, Júlia Fernandes, valorizou o trabalho em rede, “fundamental neste período e que foi de uma dedicação, entrega e articulação que merece reconhecimento. Já o presidente da câmara, António Vilela, congratulou-se com o troféu: “é sempre bom ver o nosso trabalho reconhecimento por entidades nacionais e externas que observam aquilo que fazemos de fora”.

Ao presidente do ANGES foi-lhe entregue uma publicação sobre Santo António Mixões da Serra e um lenço dos namorados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *