FC Porto aplica chapa cinco ao Moreirense

O FC Porto recebeu e goleou, este domingo, o Moreirense, por expressivos 5-0, em encontro a contar para a sexta jornada da I Liga

Taremi e Luis Díaz bisaram, com o resultado final a ser fixado pelo brasileiro Pepê, que se estreou a marcar.

Antes do jogo, Sérgio Conceição tinha alertado para a necessidade da equipa manter uma atitude competitiva e não desvalorizar o adversário, e foi mesmo o Moreirense que criou a primeira oportunidade de perigo na partida aos sete minutos. Diogo Costa falhou a receção a um passe e por pouco Rafael Martins marcou. O lance acabaria invalidado pelo árbitro por fora de jogo.

Após uma boa entrada do Moreirense, o FC Porto assumiu as rédeas da partida e esteve quase sempre por cima, criando as melhores oportunidades da partida, como aconteceu, por exemplo, com um remate de Vitinha que passou perto do poste da baliza à guarda de Pasinato, assim como um de Wendell que atirou pouco por cima da trave.

Ainda que os dragões não tenham criado muitas situações de perigo, foi com naturalidade que chegaram ao primeiro do encontro aos 34 minutos. Paulinho fez falta sobre Taremi dentro da grande área, e o avançado acabou por converter com sucesso a grande penalidade que se seguiu.

O mesmo iraniano esteve perto de fazer o segundo minutos depois, mas o remate, que ira na direção da baliza, desviou em Rosic e saiu pela linha de fundo. Antes, Ibrahima tentou a sorte de longe, com o esférico a passar rente ao poste da baliza defendida por Diogo Costa.

Antes do apito para o intervalo, o Moreirense, que se apresentou com uma boa postura neste primeiro tempo, esteve perto de chegar ao empate. Paulinho fez um belo passe a desmarcar Walterson. O brasileiro cruzou rasteiro e Rafael Martins falhou o desvio por muito pouco.

A etapa complementar praticamente arrancou com o golo que deu a tranquilidade ao FC Porto. Pasinato errou na saída para o ataque, Fábio Vieira recuperou o esférico e serviu Luis Díaz que, isolado, rematou para o segundo golo dos azuis e brancos aos 51 minutos.

Os portistas fizeram mesmo o terceiro aos 57 minutos, mas o lance acabaria anulado por fora de jogo. Taremi fez o seu segundo no encontro, mas o assistente assinalou fora de jogo a Luis Díaz, que tinha feito o passe para o iraniano.

Não foi à primeira, mas o terceiro golo do FC Porto acabou mesmo por surgir aos 65 minutos. Após um contra-ataque conduzido por Fábio Vieira, o internacional sub-21 português serviu no momento certo Luis Díaz que na cara de Pasinato não tremeu e bisou na partida.

O Moreirense sentiu muito o terceiro golo dos portistas, e foi com facilidade que os azuis e brancos chegaram a mais dois golos no encontro. Aos 71 minutos, Vitinha atirou um remate forte e Pasinato defendeu para a frente. Taremi, oportuno, aproveitou o erro e bisou no encontro. O brasileiro Pepê ainda foi a tempo de se estrear a marcar pelos azuis e brancos, após um passe de Francisco Conceição.

Com este resultado, o FC Porto salta para o segundo lugar da tabela classificativa com 14 pontos, ficando a apenas um do líder Benfica que joga amanhã frente ao Boavista. O Moreirense, que continua sem vencer na I Liga, é 15.º classificado com três pontos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *