CIM Alto Minho instala sistema solar fotovoltaico para autoconsumo

Com o intuito de melhorar o seu desempenho energético ambiental, reduzindo a sua pegada carbónica e, em paralelo, a sua fatura energética, a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) instalou, na cobertura do seu edifício administrativo de Valença, um sistema solar fotovoltaico modular composto por 23 painéis, com capacidade de expansão.

Com uma potência instalada de 10kW e uma capacidade de produção que ronda os 14.167kWh/ano, este sistema garantirá o fornecimento de eletricidade produzida in loco a partir do recurso energético endógeno renovável, sendo o excedente canalizado para a rede de distribuição, otimizando assim a eficiência energética global das instalações e permitindo o consumo de eletricidade 100% renovável no referido edifício de serviços.

Esta iniciativa integra um projeto piloto de âmbito mais alargado que, para além da instalação do sistema fotovoltaico supra referenciado, prevê a realização de um estudo de viabilidade económico-financeira, bem como a produção de um relatório de acompanhamento e monitorização da evolução, quer dos consumos energéticos, quer da produção de eletricidade renovável.

Tendo nesta fase um carácter demonstrativo, pretende posteriormente impulsionar a produção/ utilização de “energia verde” descentralizada nos edifícios do Alto Minho – públicos, privados e residenciais – apoiando a transição energética e a descarbonização da economia; diminuindo a dependência energética; melhorando a gestão da procura e reduzindo os custos relacionados com a energia e, assim, contribuindo para que, até 2050, o Alto Minho seja um território com balanço nulo de energia.

De referir que esta iniciativa enquadra-se no projeto europeu Urban Energy Pact (Urb-En Pact), apoiado pelo Programa URBACT III Redes de Planeamento de Ação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.