‘Um Natal para Amar(es)’ superou expetativas

‘Um Natal para Amar(es)’. Assim foi a programação especial promovida pelo Município de Amares durante a época festiva que convidou as famílias amarenses a disfrutarem da magia natalícia. Diversas iniciativas culturais, desportivas, solidárias e de lazer, com destaque para a música, corridas, mercado natalício, atividades circenses, tradições, comércio local, artesanato, fizeram parte do programa que se estendeu até ao final do mês de janeiro e encerra este domingo, dia 22, com o Concerto de Ano Novo, que acontece no Mosteiro de Rendufe às 15h00.

Em jeito de balanço, o Vereador do Município de Amares, Vítor Ribeiro, manifestou o seu contentamento com a adesão e o feedback “extremamente” positivo dos amarenses que “aderiram em massa” a todas as atividades.

“No geral, todos os eventos tiveram muito sucesso. As sessões de circo, que promovemos em parceria com a junta de freguesia de Amares e Figueiredo, com o intuito de animar os dias de todos os amarenses e, simultaneamente, contribuir para a dinamização do comércio local, uma vez que o acesso era gratuito mediante compras efetuadas no comércio local, esgotaram e o sucesso desta iniciativa foi visível”, começou por referir Vítor Ribeiro.

“A primeira gala do desporto foi também um sucesso. Tivemos um feedback muito positivo, quer por parte dos pais, quer por parte das instituições, o que nos deixa muito satisfeitos”. “Tivemos um programa abrangente que se estendeu até ao fim de semana dos Reis, com a Urjalândia, e que culmina agora com o Concerto de Ano Novo.

Tempo tímido não esmoreceu espírito da Urjalândia
Apesar das condições atmosféricas adversas que se fizeram sentir em fim de semana de Reis (6, 7 e 8 de janeiro) o espírito da Urjalândia – Aldeia de Natal Sustentável e da união entre a comunidade manteve-se bem presente na Aldeia do Urjal, em Seramil, que teve as portas abertas para receber os visitantes.

Promovido pelo Município de Amares em parceria com a União de Freguesias de Vilela, Seramil e Paredes Secas, a quarta edição do evento voltou a transformar a pacata aldeia do Urjal num exemplo de responsabilidade ambiental (decorada apenas com materiais sustentáveis), envolvência da comunidade e de valorização da cultura, tradições e identidade local.

Os moradores ‘abriram’ as suas portas para dar a conhecer as tradições e os produtos locais. Este ano, foi a primeira vez que o evento se realizou depois do Natal, mas o cheirinho à época esteve bem presente com muitos motivos associados.

“Depois de uma agenda de natal repleta de atividades, este ano, decidimos apostar pela primeira vez na Urjalândia no fim de semana de Reis”. Apesar das condições atmosféricas adversas que fizeram com que tivéssemos um sábado mais tímido, o domingo esteve bastante concorrido com muita gente a circular pela aldeia, e estou certo que se tivéssemos tido bom tempo a Urjalândia voltaria a abarrotar de visitantes”, frisou Vítor Ribeiro, acrescentando: “louvo o espírito de união e cooperação de toda a gente do Urjal que ainda assim tudo fizeram para manter vivo o evento e agradeço a todos os participantes que contribuíram para animar o fim de semana”, concluiu o Vereador.

A par dos costumes, exposição de dinossauros foi muito apreciada pelos visitantes
De visita à Urjalândia, os visitantes deliciaram-se com o pão caseiro, os enchidos ou mesmo as pataniscas e sardinhas com arroz de feijão, e o vinho quente com maçã porta da loja, também aqueceu o tempo chuvoso.

A exposição de dinossauros foi o grande destaque desta edição que conquistou miúdos e graúdos. O programa contou, ainda, com uma pista de slide com vista sobre todo o vale, aves de rapina, espetáculos de palhaços, animação a cargo de vários grupos e associações do concelho, produtos locais, exposição de presépios, passeios a cavalo e bolo rei de laranja.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.