Dragão sai vivo do Castelo e não larga a dupla ‘BB’

O FC Porto venceu, este sábado, em Guimarães, o Vitória SC, por 1-0, num duelo relativo à 17.ª e última jornada da primeira volta do campeonato. Desta forma, os dragões mantêm-se no terceiro posto, com 39 pontos, a cinco pontos do líder Benfica, e a um do Sporting de Braga. Por sua vez, o Vitória SC segue no sétimo lugar, com 24 pontos.

Num encontro em que Pepe regressou à titularidade, por troca com Fábio Cardoso, os primeiros 45 minutos andaram mais perto dos ‘ses’ do que das certezas.

Os dois guarda-redes não foram obrigados a trabalhos redobrados e faltou melhor ‘afinamento’ na hora do remate. A exemplo disso o que sucedeu à passagem dos 33 minutos, com Taremi, no limite do fora de jogo, a fugir à defesa vitoriana após receber um passe de Diogo Costa já na área, mas a falhar o remate à saída de Bruno Varela.

A exceção chegou já nos descontos da primeira parte, com João Mário, após uma escorregadela de André Amaro, a aparecer em ‘zona tiro’ e a disparar potente e colocado à baliza do Vitória SC.

Na etapa complementar, o primeiro fogacho de perigo surgiu dos pés do internacional iraniano que recebeu na área, puxou para dentro e, apertado por André Amaro, atirou com o pé direito, mas errou o alvo. Poucos minutos volvidos foi a vez de Pepê não ter a melhor pontaria. Aos 75 minutos foi Otávio a espreitar a bonança, mas Bamba fechou a porta ao internacional português.

Até ao fim, nota ainda para um lance de Taremi: Diogo Costa lançou Galeno, este dá para o iraniano e o avançado iraniano rematou um pouco ao lado da baliza de Bruno Varela. Ainda nos descontos, mesmo na reta final, os jogadores do Vitória SC ainda reclamaram um penálti por mão na bola na área do FC Porto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.