Copiloto do avião ‘Canadair’ que caiu no Gerês morreu em Espanha

O copiloto do avião ‘Canadair’ que caiu enquanto combatia um incêndio na zona do Parque Nacional da Peneda-Gerês, em agosto, morreu em casa, onde recuperava depois de ter tido alta hospitalar, informaram meios de comunicação espanhóis.

Segundo o jornal A voz da Galiza, o homem, de 38 anos e de nacionalidade espanhola, foi encontrado morto em sua casa, em Babilafuente, onde se encontrava a recuperar dos ferimentos graves provocados pela queda do avião ‘Canadair’ em 08 de agosto.

Por sua vez, o jornal Faro de Vigo avança, citando o diário La Gaceta, que se aguardam os resultados da autópsia para determinar as causas da morte.

O acidente com o avião que combatia um incêndio no Parque Nacional da Peneda-Gerês, em Lindoso, concelho de Ponte da Barca, vitimou no dia 08 de agosto um piloto, de nacionalidade portuguesa de 65 anos.

No dia do acidente, o copiloto foi transportado para o Hospital de Braga e, no dia 15 de agosto, transferido para o hospital Virgen de la Vega, em Salamanca, onde acabou por ser operado, explica o Faro de Vigo.

“Depois de receber alta médica foi recebido como um herói em Babilafuente, onde permaneceu todo este tempo para a sua recuperação”, afirma o jornal espanhol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *