Vilaverdense/Lank FC arranca época com empate

O Vilaverdense/Lank FC, denominação atual do Vilaverdense após a constituição da SAD, arrancou um empate na primeira jornada do Campeonato de Portugal no Estádio Dr. José de Matos, em Viana do Castelo, perante o Vianense.

Foi uma partida não muito bem jogada por ambas as equipas, num jogo que se pode considerar típico do início de época. O ‘Vila’ não entrou muito bem na partida, com alguma desconcentração notória dos poucos dias de preparação. No entanto, com o decorrer do jogo, e após um primeiro aviso por parte dos Vianenses em lance muito perigoso, o ‘Vila’ foi crescendo, tendo mesmo equilibrado a partida e criado algum perigo na baliza contrária já nos minutos finais da primeira parte que terminaria com o marcador a zero.

Na segunda parte pouco há a dizer: manteve-se o ritmo da primeira, com ambas as equipas a tentarem chegar às balizas contrárias, em que foi visível o desgaste físico que obrigou ambos os técnicos a esgotarem as substituições. Isto deu origem a que alguma qualidade de jogo decaísse rapidamente, com muitos erros na construção de jogo, passes errados e sobretudo muita desconcentração entre setores e que culminaria com um empate a 0-0, resultado que se ajusta perfeitamente a ambas as equipas por quilo que produziram dentro das quatros linhas.

O Vilaverdense tem um jogo difícil em Guimarães, no Berço SC, no próximo fim de semana, na primeira eliminatória da Taça de Portugal. Depois, na 2ª jornada do Campeonato de Portugal, recebe o Braga B, líder ao final desta primeira jornada, fruto da vitória por 3-0 ao Bragança.

No final, Hugo Santos analisava assim esta primeiro jogo:

Não se pode andar antes de gatinhar. Viemos a Viana com uma equipa feita basicamente numa semana, com apenas um jogo treino a meio da semana e teríamos de perceber o que iria acontecer com o passar do jogo.

Sabíamos que o Vianense nos ia pressionar e também sabíamos que na parte final a frescura física em relação ao maior tempo de treino do Vianense também ia pesar. Saio daqui com a sensação de que tanto poderíamos ter ganho como perdido, por isso aceito este resultado.

Temos uma equipa que está a começar a gatinhar e não se pode andar antes de gatinhar, por isso nós queremos andar, queremos correr e queremos chegar lá à frente e temos de respeitar todas as etapas de crescimento e o próximo jogo com o Berço SC será mais um delas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *