CDS diz que Governo só criou 300 das 2.500 novas camas prometidas para estudantes

O presidente do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, acusou o Governo de só ter criado 300 das 2.500 novas camas que prometeu para alojamento de estudantes do ensino superior, sublinhando que a situação é “absolutamente preocupante”.

“O ministro da Ciência e ensino Superior anunciou que para este ano letivo seriam criadas mais 2.500 novas camas no âmbito do programa de alojamento local estudantil. O que se verificou é que hoje estão apenas criadas cerca de 300 novas camas. A promessa que o Governo fez não passou de um novo anúncio, de propaganda política”, referiu.

Falando em Guimarães, à margem de uma visita à Adega Cooperativa local, Francisco Rodrigues dos Santos disse que o Governo está a “negligenciar grosseiramente” os estudantes deslocados”, sobretudo os mais desfavorecidos, que poderão não ter possibilidades de ingressar no ensino superior por falta de alojamento.

“É absolutamente preocupante”, alertou, adiantando que o partido já chamou ao Parlamento o ministro da tutela, Manuel Heitor, para “explicar por que não cumpriu com a promessa de criar mais 2.500 camas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *