Farense pontua pela primeira vez após ‘jogo de loucos’ com o Famalicão

O Farense somou, este domingo, o primeiro ponto desde o regresso ao principal escalão do futebol português, ao empatar a três bolas com o Famalicão, num encontro verdadeiramente ‘impróprio para cardíacos.

O conjunto algarvio assinou uma primeira parte de repleta de fulgor e recolheu aos balneários com uma vantagem de 2-0 no marcador, graças aos golos assinados por Eduardo Mancha e César Martins.

No entanto, já no segundo tempo, acabaram por ‘faltar pernas’ aos homens da casa, e a equipa orientada por João Pedro Sousa aproveitou para repor a igualdade, fruto de um bis de Rúben Lameiras.

Aos 81 minutos de jogo, Bruno Jordão pegou na bola, deixou para trás dois adversários e bateu Rafael Defendi, para consumar a ‘cambalhota’ no marcador. Já em cima do apito final, surgiu o momento que tudo mudou, quando Edwin Herrera foi expulso, por acumulação de amarelos.

Os algarvios voltaram a acreditar que era possível levar algo mais da partida da quarta jornada, e, já quatro minutos depois dos 90, Brian Mansilla ‘cavalgou’ rumo à baliza e assinou o golo que selou o resultado final.

Apesar do empate ‘arrancado a ferros’, o Farense permanece isolado na última posição do campeonato nacional, com apenas um ponto. Já o Famalicão, iguala Gil Vicente (que tem menos um jogo), Nacional, Moreirense e Belenenses SAD no sétimo lugar, com cinco pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *