Município de Vila Verde assinala “Dia da Floresta Autóctone” com exposições e ação de reflorestação

O Município de Vila Verde assinala, de 23 a 30 de novembro, a Semana da Floresta Autóctone, com o objetivo de dinamizar e dar continuidade à sensibilização e educação ambiental dos seus munícipes e em especial à população escolar, no sentido de proteger as espécies autóctones da região.

No entanto, este ano, devido à pandemia de Covid-19, as atividades não serão realizadas nos mesmos moldes das edições anteriores, para evitar a aglomeração de pessoas.

Assim, de 23 a 30 de novembro, estará patente no Município de Vila Verde a Exposição “Árvores- nativas de Portugal”, promovida pela ABAE/Eco- Escolas e a Exposição “Árvores autóctones”, realizada pelos Jardins de Infância do Concelho.

No dia 23 de novembro, de manhã, será plantada uma árvore de espécie autóctone na Praça do Município e de tarde acontecerá a habitual Ação de Reflorestação, no Alto da Leiroinha- Cervães, no âmbito do Projeto Internacional de Sensibilização para as alterações climáticas, da PIEF da Escola EB 2/3 de Prado.

A semana dedicada à “Floresta Autóctone” tem como objetivo sensibilizar para a promoção e conservação das florestas naturais, realçando a sua importância económica e ambiental, bem como a necessidade de as proteger.

A semana da Floresta Autóctone é promovida pelo Município de Vila Verde em parceria com os Agrupamentos de Escolas do Concelho de Vila Verde, Escola Secundária de Vila Verde(ESVV), Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), Equipa Municipal de Intervenção Florestal (EMIF), Bombeiros Voluntários de Vila Verde, GNR – Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) e Companhias de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), Redes Energéticas Nacionais (REN), Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras (RTPCE) e Projeto Rios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *