PJ de Braga vai mudar para a antiga sede da AIMinho

A Polícia Judiciária de Braga vai mudar, dentro de cerca de um ano, para a antiga sede da Associação Industrial do Minho (AIMinho), que irá sofrer obras de adaptação.

A PJ está Há anos consecutivos a bater-se por um espaço à altura e com a dignidade para os serviços que presta à população.

Segundo confirmou o Terras do Homem, no ano do 75º aniversário da Polícia Judiciária, o seu Departamento de Investigação Criminal de Braga, um dos mais produtivos a nível nacional, com volume processual muito elevado, recebeu a “prenda” depois do edifício ter recebido o ‘ok’ numa visita do diretor nacional da PJ, Luís Neves.

As novas instalações, um edifício com quatro pisos, permitirão albergar mais de 250 funcionários, enquanto o atual, em Maximinos, não ultrapassa a centena de profissionais, e sem grandes condições.

A solução encontrada é considerada, unanimemente, a melhor, depois de uma consulta ao mercado, em Braga, já que a aquisição rondará cerca de três milhões de euros.

A primeira hipótese, arrendar a antiga fábrica de malas Francor, consumiria essa verba ao fim de dez anos, além de ser muito mais dispendiosa a sua adaptação para novas funções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *