FC Amares perde em casa com SP Arcos no regresso da Pró-Nacional

Não foi feliz o regresso do FC Amares à Pró-nacional depois de duas semanas de paragem. A equipa orientada por Hugo Ramos perdeu por 3-1 em casa frente a um muito interessante conjunto do São Paio D’Arcos.

Os forasteiros recheados de jovens jogadores com excelente qualidade entraram melhor no jogo e logo aos cinco minutos de jogo, na sequência de um canto, poderiam ter aberto o marcador não fosse a excelente defesa de Marcos.

Aliás, o guarda-redes dos amarenses esteve no melhor e no pior da partida. Mas já lá vamos. A primeira grande oportunidade do FC Amares aconteceu por volta do minuto 15, depois de uma jogada de envolvimento que terminou num remate de Joshua para a defesa de Alex.

O lance serviu para os da casa equilibrarem o jogo que criaram em dois minutos duas jogadas de grande perigo, uma por Márcio outra por Tiago Alves, mas que acabaram com intervenções do guardião do São Paio de Arcos.

A primeira parte foi marcada por um equilíbrio com os dois conjuntos a proporcionarem lances interessantes de futebol. No entanto, os primeiros 45 minutos não iriam terminar sem que houvesse inauguração do marcador.

A um minuto do fim, André remata de fora da área e o guarda-redes Marcos, infeliz, abordou mal a bola. 0-1 ao intervalo para a equipa mais feliz.

No segundo tempo, Hugo Ramos trocou o ‘veterano’ Pedró por Moreira e a equipa ganhou mais mobilidade e teve nos primeiros minutos, primeiro por Tiago Alves que chutou por cima da barra uma bola fácil e depois por Moreira com um remate muito bem colocado, mas que rasou o poste da baliza.

Aos 53′ minutos, Márcio num boa jogada cruza para a área e Moreira de cabeça bate o desamparado Tozé.

A partir daqui o jogo tornou-se incaracterístico. Posse de bola muito repartida no meio campo, substituições que partiram o jogo e poucos remates. Ainda assim, a emoção não esmoreceu e sentia-se que quem marcasse poderia ganhar o jogo.

E foi o São Paio de Arcos em dois minutos que resolveu a partida. Primeiro aos 85 minutos, Guilherme no segundo poste conclui uma jogada que a defesa do FC Amares não conseguiu controlar e depois aos 87+´, Xuxa (que havia entrado um minuto antes) dá sequência a um livre marcado de forma rápida, fazendo o 3-1 final.

Nota muito positiva para a arbitragem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *