72% dos consumidores não muda de tarifário há dois anos

A simples mudança de tarifário de cada lar ou empresa pode ajudar os consumidores a reduzir em 645 milhões de euros o consumo anual de luz e gás em Portugal, revela um estudo do PAYPER, aplicação independente especializada na comparação de tarifários.

Numa análise feita a 390 mil faturas percebeu-se que mais de 72% das famílias portuguesas não mudou de tarifário de eletricidade nos últimos dois anos, e continua a pagar um valor muito superior à atual oferta.

O Payper justifica as contas com base na poupança anual acumulada já gerada para os seus utilizadores, onde, em apenas 1 ano, já ascendeu a 849 mil euros, o que representa uma média de cerca de €163/ano por utilizador.

“Se existem atualmente, segundo a DGEG, cerca de 5,5 milhões de clientes residenciais domésticos em Portugal e se considerarmos que cerca de 72% destes utilizadores não mudaram de comercializador nos últimos anos, e considerando uma poupança média de €163 anuais por utilizador, atualmente as famílias portugueses podem poupar cerca de 645 milhões de euros todos os anos, se optarem por mudar para um comercializador de eletricidade ou gás, com melhores condições para o seu tipo de consumo”, explica Nuno Costa, Data Analyst do Payper.

O estudo alerta ainda que, segundo os dados mais atuais da ERSE, existem atualmente 34 diferentes comercializadores de eletricidade e 16 de gás em Portugal Continental, contando com 3289 diferentes tarifários de eletricidade e 350 tarifários de gás canalizado.

“Infelizmente, nas ilhas da Madeira e Açores, o mercado de energia ainda não está liberalizado”, sublinha a mesma fonte.

Outra curiosidade revelada pelo Payper é que, dos 96500 utilizadores da sua aplicação, 52% dos utilizadores são clientes da EDP Comercial, 11% do Serviço Universal (mercado regulado), 14% da Galp, 8% da Endesa e 6% da Iberdrola.

Adicionalmente, o Payper verificou também que cerca de 29% dos seus utilizadores de eletricidade usaram a funcionalidade para reduzir o valor da potência contratada do seu contrato de eletricidade, medida esta que permite uma poupança anual média de 41 euros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *