Operação Festas Seguras da PSP: 4 mil infrações e mais de 2 mil acidentes

A Operação Festas Seguras levada a cabo pela PSP, entre 15 de dezembro e 4 de janeiro, fiscalizou mais de 52.000 viaturas no país em nome da segurança rodoviária, adiantou, esta terça-feira, a força policial, em comunicado.

Destas ações, os agentes detetaram “cerca de 4.000 infrações, das quais se destacam 624 por falta de inspeção periódica obrigatória, 224 por condução com uso simultâneo do telemóvel, 156 por falta de seguro obrigatório e 80 por incumprimento da sinalização semafórica”.

Nesta operação, a PSP reportou também “2.286 acidentes rodoviários”, dos quais resultaram “28 feridos graves, 623 feridos ligeiros e a morte de um cidadão”.

“Estes resultados representam quebras muito importantes em comparação com o ano anterior mas, ainda assim, que continuarão a merecer a atenção da PSP no sentido de potenciar a continuação da tendência decrescente”, é sublinhado pela autoridade.

Durante o mesmo período, a polícia ainda “efetivou 605 detenções, sendo que 147 deveram-se a condução sob o efeito do álcool, 158 por falta de habilitação legal para conduzir, 33 por tráfico de estupefaciente, 34 por furto e roubo e 16 por posse de arma ilegal”, tendo sido apreendidas, no total, 53 armas, 20 de fogo.

Durante a época festiva, a PSP recebeu 38 pedidos presenciais de vigilâncias a residências, “constatando com agrado que nenhuma dessas habitações foi alvo de furto no seu interior”.

Quanto às regras de saúde pública em vigor devido à pandemia, a força policial destacou “o elevado grau de cumprimento constatado, especialmente, na passagem do ano”. Ainda assim, foram encerrados 15 estabelecimentos e levantados 47 autos por incumprimento de horário e 31 por realização de eventos ou celebrações na via pública.

Ainda no âmbito desta operação, a PSP avança que nas vésperas e nos dias de Natal e Ano Novo visitou quatro centenas de idosos que já haviam sido sinalizados pela autoridade por se encontrarem em situações de risco. “Nesses dias fomos verificar se estas pessoas se encontram em melhores condições (sociais, afetivas, entre outras) e garantir que viam, pelo menos, uma cara amiga e que se interessa por cada um”, é acrescentado.

É de recordar que a GNR também conduziu uma operação de segurança rodoviária durante a passada quadra de festas, na qual registou 1.949 acidentes rodoviários, que resultaram em 10 vítimas mortais, 43 feridos graves e 497 feridos ligeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *