Agrupamento Moure e Ribeira do Neiva com concurso para novo diretor

O Agrupamento de Escolas de Moure e Ribeira do Neiva vai ter eleições em março para escolher o novo diretor. Os procedimentos do concurso público estão a decorrer e no caso de Moure e Ribeira do Neiva o concurso já foi publicado em Diário da República.

Os interessados têm 10 dias úteis depois da publicação em DR para apresentar a candidatura.

Na Secundária, e ao contrário do anteriormente noticiado, o mandato acaba no mês de Julho e caso seja entendimento do Conselho Geral poderá ser de recondução.

Contactado pelo ‘Terras do Homem’, o diretor do Agrupamento de Escolas de Moure e Ribeira do Neiva, Armando Machado, revelou que “ainda não decidiu se avança para a recandidatura. Tenho mais 15 dias para ponderar”.

Recorde-se que Armando Machado está a poucos anos da reforma e caso avance, não fica descartada a hipótese de sair na reta final do novo mandato, por esse motivo. O trabalho que tem desenvolvido à frente do Agrupamento é reconhecido por todos os parceiros, e ainda que respeitando a decisão, gostariam de o ver a cumprir aquele que seria o último mandato.

Os interessados em concorrer aos cargos podem fazê-lo, através de um modelo próprio disponibilizado nas páginas on line das respetivas escolas ou presencialmente nos Serviços Administrativos.

O pedido de admissão deve ser acompanhado do Curriculum Vitae detalhado, atualizado, datado e assinado, onde constem, respetivamente, as funções que tem exercido, a formação profissional que possui, devidamente comprovadas, sob pena de não serem consideradas, o Projeto de intervenção, com páginas numeradas e rubricadas e no final datado e assinado, com conteúdo original, não podendo ultrapassar 20 páginas escritas em Arial, tamanho 10 e espaçamento 1,5, contendo: Identificação dos problemas; Definição da missão, das metas e das grandes linhas de orientação da ação e Explicitação do plano estratégico a realizar no mandato.

A fotocópia do registo biográfico autenticada pelos Serviços Administrativos da escola de origem do candidato e a apresentação do cartão de cidadão/bilhete de identidade e do número de identificação fiscal são outros dos requisitos exigidos.

Após o fim do prazo de candidatura, e cinco dias úteis depois, será afixada nas respetivas escolas a lista de candidatos admitidos e excluídos.

Será o conselho geral da escola, por norma, a escolher o diretor caso haja mais do que um candidato, analisando os documentos enviados e entrevistando os candidatos.

Notícia atualizada às 21h40

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *