PSP de Braga hoje na rua atenta a quem conduz ao telemóvel

A PSP de Braga está durante o dia de hoje na rua atenta a quem conduz ao telemóvel e tem várias operações para esse efeito, uma das quais decorreu ao longo de toda a manhã, na zona de Lamaçães. Foi controlado um grande número de automobilistas até porque o objetivo dos agentes inclui outro tipo de infrações ao Código da Estrada bem como o controlo das regras de confinamento domiciliário impostas com a pandemia da Covid-19.

As Esquadras de Trânsito e de Intervenção e Fiscalização do Comando Distrital de Braga da PSP estão atentas, com carros-patrulha em circulação permanente, a quem utilize por algum meio (conversas de voz ou mensagens escritas) os telemóveis enquanto conduz, ação enquadrada na campanha “Phone Off – A conduzir não uses o telemóvel”.

Em 2020 foram registadas 23.038 infrações por manuseamento do telemóvel durante a condução, o que corresponde a uma média de cerca de 63 infrações por dia.

Estudos científicos equiparam o uso indevido do telemóvel à condução sob o efeito do álcool, com consequências muito parecidas na atenção e na capacidade de reação e com o intuito de reduzir este comportamento.

Recorde-se que houve as alterações ao Código da Estrada, em vigor desde 08 de janeiro deste ano, duplicaram os valores das coimas, tendo passado os seus limites para 250 a 1.250 euros, com subtração de três pontos na carta em vez dos dois anteriormente previstos.

A campanha “Phone Off – A conduzir não uses o telemóvel” integra além de ações de sensibilização da ANSR, operações de fiscalização, pela GNR e pela PSP, com especial incidência para vias e acessos com elevado fluxo rodoviário, de forma a contribuir para a diminuição do risco de ocorrência de acidentes e para a adoção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores no que tange à utilização de aparelhos eletrónicos.

A ANSR, a GNR e a PSP relembram que o uso do telemóvel ao volante é perigoso e apelam a todos que evitem este comportamento, já que a utilização do telemóvel, durante a condução, aumenta quatro vezes o risco de ocorrência de acidente de viação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *