Pepa quer Vitória SC com “boa dinâmica” e “entrega forte” no arranque

O treinador do Vitória SC, Pepa, afirmou hoje que espera uma “entrada forte” da equipa na I Liga portuguesa de futebol, com “boa dinâmica” e “entrega muito forte” frente ao Portimonense, no domingo.

Após o duplo triunfo sobre Leixões (4-1) e Casa Pia (1-0), que selou o apuramento para a fase de grupos da Taça da Liga, os vimaranenses vão iniciar o campeonato com a receção aos algarvios, e o técnico pediu aos seus pupilos para realizarem um “bom jogo” no dia que marca o regresso dos adeptos ao Estádio D. Afonso Henriques, após um período sem gente nas bancadas que perdurava desde março de 2020.

“Podemos esperar uma entrada forte, com o ‘pé direito’, com os nossos adeptos. É um bom jogo, uma boa dinâmica, uma entrega muito forte e muito grande. Estamos ansiosos que chegue [o jogo]. O que interessa é esta entrada, este jogo, esta competição. Há aqui uma comunhão de ideias em que o clube já andava a insistir há muito tempo. Houve uma luta para que os adeptos voltassem e isso vai acontecer”, vincou na antevisão ao desafio marcado para as 15:30.

Prestes a estrear-se na I Liga pelo clube minhoto, Pepa realçou ainda que os jogadores devem “desfrutar do jogo” e “tentar marcar primeiro”, frente a um opositor que tem em Paulo Sérgio um treinador “experiente e competente” e que faz da “profundidade” a principal ameaça ofensiva.

“O Portimonense é uma equipa muito forte, que ataca a profundidade. Temos essa e outras situações bem estudadas e bem identificadas. Sabemos a valia do Portimonense, quer a nível individual, quer a nível coletivo, mas olhamos muito para o que devemos e podemos fazer”, descreveu.

Depois de uma carreira como treinador principal ao serviço de Sanjoanense (2013 a 2015), Feirense (2015/16), Moreirense (2016/17), Tondela (2016/17 a 2018/19) e Paços de Ferreira (2019/20 a 2020/21), o técnico de 40 anos disse ter “orgulho em tudo o que está para trás”, sem deixar de vincar que “queria muito” o Vitória de Guimarães e que tem “a responsabilidade de fazer tudo” pelo novo clube.

Com mais de cinco mil ingressos já vendidos aos sócios vitorianos, Pepa assumiu o desejo de ver “esgotados” os 33% da lotação do estádio — cerca de 10 mil espetadores — e assumiu que a presença do público pode impulsionar o rendimento dos atletas, ainda para mais depois de um período com bancadas vazias.

Já a propósito do reforço Tiago Silva, oficializado hoje até junho de 2026, o ‘timoneiro’ realçou que a contratação do médio ofensivo de 28 anos, ex-Olympiacos, se enquadra num “trabalho com muito critério” que tem em conta a “qualidade” do atleta em “termos futebolísticos”, mas também a “parte humana”.

Questionado ainda sobre eventuais alterações no plantel até ao encerramento do mercado de transferências, em 31 de agosto, Pepa mostrou-se “satisfeito” com os jogadores que tem, embora “tudo possa acontecer”.

O Vitória SC recebe o Portimonense em jogo da ronda inaugural da I Liga portuguesa de futebol, agendado para as 15h30 de domingo, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem de Fábio Melo, da Associação de Futebol do Porto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *