Hospital de Braga anuncia “abertura para reforço de médicos” na Urgência

O Hospital de Braga anunciou, esta quarta-feira, que “existem avanços positivos no diálogo” com os chefes de equipa de Urgência que se demitiram na segunda-feira, depois de realizadas reuniões entre o Conselho de Administração e o diretor do Serviço de Urgência e deste com os chefes demissionários.

A instituição hospitalar anuncia, ainda, que existe “existe abertura para o reforço de médicos no Serviço de Urgência”, através de um comunicado enviado às redações.

“O Conselho de Administração reitera que continua muito empenhado na resolução deste tema reforçando que, em momento algum, esteve ou está em risco a qualidade na prestação de cuidados de saúde à população e espera alcançar um consenso em breve”, pode ler-se na mesma nota.

Recorde-se que uma dezena de chefes de equipa de Urgência do Hospital de Braga demitiu-se na segunda-feira, em protesto contra a falta de condições de trabalho e o “desinvestimento” no Serviço Nacional de Saúde.

Em declarações à Lusa, o secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), Jorge Roque da Cunha, manifestou solidariedade para com os demissionários, sublinhando que este é mais um “grito de alerta” para a “escassez” de profissionais e de meios que se regista “um pouco por todos os hospitais públicos do país”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *