Alunos foram ao Monte de S. Miguel-o-Anjo em Vila Verde plantar árvores autóctones

Uma ação de reflorestação no Monte de S. Miguel-o-Anjo, com alunos da Escola Básica da Ribeira do Neiva, marcou hoje o programa da Semana da Floresta Autóctone, que está a decorrer no concelho de Vila Verde.

A presidente da Câmara Municipal, Júlia Fernandes, participou na iniciativa que, além das novas árvores autóctones plantadas, representou também “um momento especial para sensibilizar e contagiar os mais novos para a defesa e valorização do ambiente”.

“É uma necessidade e uma urgência que cada um contribua, de alguma forma, para defendermos este nosso Planeta. Não temos outro e temos consciência da degradação que temos provocado. Já percebemos o impacto do efeito estufa e das alterações climáticas. Por isso, é nossa responsabilidade agir para salvar e proteger as nossas florestas e o nosso meio ambiente”, apelou Júlia Fernandes.

O vereador da educação, Manuel Lopes, desafiou também os alunos a envolverem-se na causa ambiental, apontando exemplos da importância e dos benefícios da floresta para a vida de todos, incluindo alguns dos recursos que podemos extrair da sua vasta riqueza, desde a pastorícia e produtos alimentares a matéria-prima para a indústria.

Com o apoio da Equipa Municipal de Intervenção Florestal (EMIF), os alunos plantaram no alto do monte de Prado S. Miguel algumas espécies autóctones, como carvalhos, medronheiros e pinheiros, contando ainda com a ajuda dos professores e dos representantes do Município.

Semana da Floresta Autóctone
A Semana da Floresta Autóctone decorre até sexta-feira, com diversas atividades. Nos Paços do concelho, está patente ao público a exposição fo0tográfica “Um Olhar nas Florestas de Portugal”.

Amanhã, às 10h00, a Escola Secundária de Vila Verde acolhe a palestra “Sensibilização para as Alterações Climáticas”, com a participação de Adelino Silva.

Na quinta-feira, a partir das 11h00, será a vez do fotógrafo de natureza Carlos Palma Rio falar sobre biodiversidade, na Escola Profissional Amar Terra Verde, numa ocasião que servirá também para hastear da Bandeira Verde Eco-Escolas.

Na tarde de quinta-feira, a partir das 14h00, a Praia Fluvial do Faial na Vila de Prado acolherá uma ação de sensibilização sobre “Espécies Invasoras”, com a participação da CIM Cávado, do “Projeto Ciga Giro – Centro Comunitário de Prado” e do Agrupamento de Escolas de Prado.

Uma visita ao Horto Municipal e um atelier de geminação de sementes preenchem a manhã de sexta-feira, numa atividade que envolve a Escola Básica de Lanhas, sob o tema “Explorando plantas …sementes, geminação e crescimento”.

No sábado, o programa encerra com uma caminhada ambiental, que arranca às 9h15 do largo da feira de Pico de Regalados, numa ação que servirá para identificar espécies autóctones e espécies invasoras e que incluirá um magusto e uma palestra sobre “Vespa das galhas do castanheiro”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *