Antoine Manuel Launay da Darque Kayak Clube conquista 12º lugar no Campeonato da Europa de Slalom

Antoine Manuel Launay, da DKC conquistou o 7º lugar por países e o 12º lugar no Campeonato da Europa de Slalom, em Praga.

Antoine Manuel Launay que compete pela Darque Kayak Clube logrou alcançar o 12º lugar no Campeonato Europeu de Slalom em Praga, ao serviço da seleção nacional, e que terminou no dia de ontem.

O atleta luso do clube vianense iniciou o campeonato europeu desta especialidade olímpica com um apuramento direto para as semifinais obtendo o 15 lugar na eliminatória. Nas semifinais Antoine subiu para o 14º lugar e no grupo restrito do 15 melhores canoistas europeus, conquistou o 7º lugar por países e o 12º lugar ao serviço da seleção nacional.

As expectativas para o atleta do clube sediado em Darque eram imprevisíveis, se por um lado lutou, como sempre vai lutar até aos Jogos Olímpicos por uma medalha, e em todas as provas terá esse desejo porque é um atleta ganhador e de eleição, como todos os atletas olímpicos.

Porém, o desconhecimento por parte da verdadeira forma dos adversários era uma realidade face ao atual estado da pandemia que afetou todo o mundo e por consequência a europa.

“Na verdade Antoine, tal como todos os atletas da Darque Kayak Clube confinou e respeitou esse confinamento para salvar vidas, quando lhe foi pedido, mas tal como alguns atletas em Portugal (que por sinal se passeiam por aí em bicos de pés) houve atletas sobretudo de países de leste que oportunisticamente nem um dia confinaram, o que provocou uma grande desigualdade e poe em causa a verdade desportiva”, refere o clube em comunicado.

Para recuperar a forma que Antoine tinha no Campeonato do Mundo quando alcançou vaga para os Jogos Olímpicos, recorde-se 4º lugar por países e 7º individual, esperam-lhe mais 10 meses de trabalho árduo e dedicado, tendo ainda que superar essa marca para atingir a medalha.

Na canoagem de slalom cada país apenas pode levar um atleta aos Jogos Olímpicos, ou seja Antoine teria obtido o 7º lugar agora no Europeu, porque foi isso que conseguiu por países e 4º no mundial, o que a serem Jogos o poria perto da medalha.

Ou seja, “o único atleta de um clube de Viana do Castelo que alcançou vaga olímpica para estes Jogos, tem capacidade para lutar por uma medalha na maior e mais desejada competição do universo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *