Mergulhadores da Marinha participam em exercício internacional contra ameaças terroristas

O exercício MAGRE é um exercício anual de organização bilateral entre a “Armada Española – Unidad de Buceadores M.C.M.” e a “US Navy – EODMU 8″, contando com a habitual participação da Marinha Portuguesa, através dos Mergulhadores.

O principal objetivo, do exercício, é treinar e promover a interoperabilidade das equipas de inativação de engenhos explosivos (Explosive Ordnance Disposal – EOD) convencionais e improvisados em operações combinadas entre marinhas aliadas.

Este exercício conta também com a participação de equipas cinotécnicas, especializadas na deteção de engenhos explosivos em ambiente terrestre e com equipas da polícia militar para proteção das equipas EOD.

O exercício desenvolve-se em três cenários distintos, em ambiente marítimo, portuário e terrestre, sendo o treino focado em operações no âmbito da proteção de força, contra a ameaça de minas e engenhos explosivos improvisados, num contexto de apoio a forças navais expedicionárias.

No decorrer do exercício tem sido possível observar que o treino nacional tem seguido a mesma linha orientadora das marinhas aliadas, onde é dada cada vez maior importância à ameaça de engenhos explosivos improvisados, em zonas portuárias.

​A participação neste exercício reveste-se de especial importância, pela oportunidade de aprendizagem e treino com marinhas aliadas com uma vasta experiência operacional.

O Destacamento de Mergulhadores Sapadores​ nº 1 é a unidade da Marinha responsável pela inativação de engenhos explosivos convencionais e improvisados, reconhecimento avançado de costa e operações de sabotagem submarina, em território nacional e em operações expedicionárias da Marinha Portuguesa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *